top of page
Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Força-tarefa vai fechar o cerco contra festas clandestinas e aglomerações, em Marília


Reunião do Comitê destacou ainda ações de vacinação de sábado e possibilidade

de ampliação de leitos

A Prefeitura de Marília, por meio da Divisão de Fiscalização de Posturas, a Vigilância Sanitária e a Polícia Militar irão intensificar a fiscalização para coibir festas clandestinas que estão acontecendo em chácaras, condomínios e outros locais. Esses órgãos irão acionar a Polícia Civil para que se faça um boletim de ocorrência contra os proprietários desses locais para que possam responder criminalmente por esses atos. Essa foi uma das deliberações da 27ª Reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, que aconteceu na tarde desta quarta-feira, por videoconferência, com a coordenação do prefeito Daniel Alonso e do secretário municipal da Saúde, Cássio Luiz Pinto Júnior, além das presenças de autoridades municipais, de órgãos de saúde, de diversos segmentos e dos vereadores Marcos Rezende (presidente da Câmara), Ivan Negão, Élio Ajeka e Vânia Ramos.

O encontro destacou também as ações de vacinação contra a Covid-19, que serão realizadas neste sábado, dia 27 de março, no ginásio da Unimar (Universidade de Marília), das 8h às 20h; e no 8º Quarteirão, na zona sul, das 8h às 16h, quando serão aplicadas mais 5.000 doses da vacina Coronavac para os idosos na faixa etária de 70 anos e mais, sendo que haverá inscrição prévia pelo link https://servicos.marilia.sp.gov.br/inscricao, que será disponibilizado nesta quinta-feira (25), a partir das 9h. LEITOS Há possibilidade também do aumento de leitos UTI Covid na cidade, sendo que o HC (Hospital de Clínicas) poderá ampliar em mais dez leitos, porém ainda sem data definida, já que depende de equipamentos, insumos e também profissionais. Por ora, foram criados 16 leitos de apoio, sendo dez no PA (Pronto Atendimento) Sul e outros seis na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da zona norte, com o objetivo de atender bem o paciente enquanto aguarda a transferência para um leito hospitalar. Nesta quinta-feira, dia 25, a equipe técnica da Secretaria Municipal da Saúde estará se reunindo com a diretoria da ABHU (Associação Beneficente Hospital Universitário), discutindo a possibilidade de mais 20 leitos de apoio naquele hospital, sendo que isso também pode acontecer na unidade de saúde do Maracá. O encontro decidirá qual o melhor local para a instalação desses leitos de apoio.

O prefeito Daniel Alonso disse que a reunião foi bastante produtiva. “Inicialmente parabenizo todos os profissionais da saúde que estão na linha de frente no combate da Covid. Estamos passando pelo pior momento da pandemia em nosso país, porém em Marília os nossos profissionais, mesmo cansados e até exaustos, estão atuando com todo empenho e determinação. Marília tem uma das menores taxas de letalidade do estado e do país, que hoje está em 1,6%. Tivemos um encontro bem positivo e acredito que, com apoio de todos e também da população, iremos vencer essa batalha. Vamos intensificar as fiscalizações para podermos evitar aglomerações e também as ações de vacinação para imunizar o maior número de pessoas. Só dessa forma conseguiremos diminuir a proliferação do vírus.”





338 visualizações0 comentário
bottom of page