top of page
Buscar
  • Por G 1

Garoto que pediu frango para ceia de Natal ganhou passagens e visitou irmãos


Nicolas Henrique, de Garça, visita irmãos que não via há quase 4 anos

O menino de que viralizou nas redes sociais ao pedir um frango para a ceia de Natal com a avó, também ganhou, além do assado, passagens para visitar dois irmãos que não via há quase quatro anos.

Nicolas Henrique da Silva, de 10 anos, vive apenas com a avó em Garça, após ter sido abandonado pela mãe, assim como os dois irmãos dele: Léo, de 20 anos, que possui autismo, e Daniela, de 25, diagnosticada com esquizofrenia. Marcelo da Silva, tio e responsável pela criança, contou que, em meio às doações no fim do ano, Nicolas foi presenteado com passagens para Sumaré (SP) e Nova Odessa (SP), para visitar os irmãos que estão internados em instituições psiquiátricas. Com isso, Nicolas embarcou com o tio na madrugada deste sábado (7) em Marília e chegou às 7h em Sumaré, onde visitou o irmão com quem ficou por cinco horas. Depois, tio e sobrinho partiram para Nova Odessa. A visita na clínica feminina também durou cinco horas e, às 19h, os dois retornaram para Marília. O encontro entre os familiares, conforme o tio relatou, foi emocionante, com direito a abraços e entrega de presentes arrecadados por Nicolas em doações. O menino havia ganhado três pacotes de bolacha e alertou os parentes: “São para os meus irmãos”. “Foi muito bom o encontro deles, todos em volta se emocionaram. Só me perguntaram quando o irmão deles vêm de novo. Almoçaram juntos depois de muito tempo”, relata Marcelo. Apesar das dificuldades financeiras para garantir as viagens, Marcelo disse que pretende retornar às duas cidades em breve com Nicolas, para que ele passe mais tempo com os irmãos. Para Marcelo, esse relacionamento entre eles é muito importante. “Gostei muito de ver meus irmãos, mas a gente não tem condições de pagar mais vezes as passagens”, lamenta Nicolas. Doação do frango Há quem peça brinquedos, outros optam por roupas e até viagens de presentes de Natal. Mas Nicolas foi às redes sociais para pedir um frango para o banquete da ceia, que seria feita com a avó. Na publicação, Nicolas Henrique disse que "queria ganhar muito um frango para ele e para a avó" e que "só tinha ovo para comer no Natal". Ele contou ainda que os dois "vivem de reciclagem". O pedido foi atendido após uma doação anônima, que fez com que o Natal da família de catadores de recicláveis fosse mais especial. Segundo o tio Marcelo, o sobrinho, que vive sob os cuidados da avó desde o primeiro ano de vida, fez a publicação sem avisar ninguém. "Ele e minha mãe moram sozinhos. Ele pediu nas redes sociais porque achou que as pessoas dariam mais atenção, mas não contou para ninguém. Minha mãe só soube depois que ele pediu", conta. O presente especial, solicitado na véspera de Natal, foi atendido por um doador anônimo no mesmo dia. Além do requisitado frango, uma cesta básica foi deixada para a família. "A pessoa que mandou os presentes não se identificou, pediu para entregar a encomenda em uma moto", relata Marcelo. Em meio às dificuldades financeiras da família, o banquete alimentou a esperança e a união por dias melhores. Para a virada do ano, Marcelo diz que Nicolas decidiu guardar o que sobrou da ceia de Natal para poder novamente degustar no réveillon. No entanto, novas doações também chegaram à família no Ano Novo.



227 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page