top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

GRANA NA MÃO! Começa hoje saques de até R$ 1 mil nas contas do FGTS


Pagamentos extraordinários seguem até o dia 15 de junho, devem beneficiar 42 milhões e injetar R$ 30 bilhões na economia

A Caixa Econômica libera nesta quarta-feira (20) o saque extraordinário de até R$ 1 mil do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). para 3,9 milhões de profissionais nascidos em janeiro, num total de R$ 2,7 bilhões.

Os pagamentos, que seguem até 15 de junho, para quem faz aniversário em dezembro (veja o calendário abaixo), devem beneficiar ao todo 42 milhões de pessoas e injetar R$ 30 bilhões na economia.

Os recursos, presentes na conta poupança digital, já podem ser movimentados por meio do aplicativo Caixa Tem. Na plataforma, além de transferir a grana para uma conta-corrente, é possível pagar contas essenciais, boletos e realizar compras em estabelecimentos comerciais.

PAGAR DÍVIDAS

Neste ano, cada trabalhador poderá retirar até R$ 1.000, independentemente do número de contas que tenha no fundo. A grana ficará disponível até 15 de dezembro. Se o resgate não for realizado, os recursos voltarão para a conta vinculada do FGTS.

Valter Police, planejador fiduciário da Fiduc, explica que o resgate é uma boa oportunidade para ampliar a liquidez do dinheiro, atualmente preso nas contas do FGTS, pagar dívidas e fazer aplicações.

Ele, no entanto, alerta para “casos raros” nos quais a melhor alternativa é manter o montante longe dos bolsos. “Isso acontece quando a pessoa precisa proteger o dinheiro de alguém na dinâmica familiar ou quando esses recursos precisam ser protegidos do próprio trabalhador, que vai gastar com bobagens”, orienta Police.

Se o trabalhador possuir mais de uma conta no FGTS, o saque será feito na seguinte ordem: primeiro, as contas relativas a contratos de trabalho extintos, com início pela conta que tiver o menor saldo; em seguida, as demais contas vinculadas, com início pela conta que tiver o menor saldo.

Quem antecipou o saque aniversário do FGTS e ficou com o valor bloqueado na conta não poderá retirá-lo nesta etapa. Isso ocorre porque a nova rodada de saques só poderá ser feita para contas com recursos liberados.

O trabalhador também pode indicar que não deseja receber o Saque Extraordinário do FGTS, para que sua conta não seja debitada. Nesse caso, ele deverá acessar o Aplicativo FGTS ou se dirigir a uma das agências do banco para informar que não quer receber o crédito.




26 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page