top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Homem é preso na madrugada após agredir a esposa, na Zona Leste. Outros dois também foram em cana


Um homem de 26 anos foi preso em flagrante pela Polícia Militar, opor volta da 1h da madrugada desta segunda-feira (24), na Rua Zilda Ortega, Jardim Flora Rica, Zona Leste de Marília, após agredir a esposa, de 31 anos.

A mulher relatou que o casal discutiu na manhã do domingo, por motivos de ciúmes. Ele saiu de casa, passou a tarde bebendo e retornou no final da noite, quando houve nova discussão.

No rolo, a mulher caiu e machucou o cotovelo. Os policiais conduziram as partes à CPJ, onde a mulher foi orientada sobre seus direitos, mas disse não querer medidas protetivas contra o marido.

O acusado foi autuado por violência doméstica e preso, aguardando audiência de custódia para hoje. Caso segue para a DDM.

MAIS FLAGRANTES

Outros dois homens foram presos em flagrante em diferentes ocorrências de violência doméstica, neste final de semana, em Marília, entre a tarde de sexta-feira (21) e a madrugada deste sábado (22). Um deles é suspeito de agredir a namorada e, o outro, de ameaçar a mãe de morte.

O primeiro caso aconteceu por volta das 15h21 de sexta-feira, quando a Polícia Militar foi acionada até um apartamento localizado em condomínio na avenida Doutor Hércules Galleti, no Jardim Carlifórnia, zona oeste, segundo boletim de ocorrência.

No local, uma mulher de 21 anos disse ter sido agredida física e verbalmente pelo namorado, de 25 anos. Ela apresentava ferimento, mas o registro policial não detalha em que parte do corpo, nem a gravidade.

O suspeito disse que ficou nervoso e acabou agredindo a jovem. Ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado até a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Marília onde houve seu indiciamento.

A segunda ocorrência aconteceu por volta da 1h. Uma idosa de 68 anos acionou a PM para ir até sua residência no Jardim Maracá, na zona Norte da cidade. No local, a vítima disse que seu filho havia a colocado para fora de casa.

Segundo os policiais, a mulher explicou que o filho dela, de 31 anos, é usuário de drogas e existe uma medida protetiva que o proíbe de se aproximar dela. Mesmo assim ele estava na residência.

Conforme o registro policial, a vítima afirmou que houve um desentendimento entre ambos, e o suspeito passou a ameaçá-la de morte caso desligasse o aparelho de som. Em seguida, a idosa teria sido expulsa do imóvel.

Ao ser detido, o suspeito passou a dizer que se fosse solto voltaria até a residência para matar a mãe, segundo testemunho da equipe que atendeu a ocorrência. Ele foi encaminhado ao plantão policial e acabou indiciado.

Nos dois casos, os presos em flagrante foram encaminhados para a o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Álvaro de Carvalho.




116 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page