top of page
Buscar
  • Informações do G1

Idoso que sequestrava e molestava crianças na região já foi condenado por crimes sexuais


O idoso de 66 anos que foi preso no domingo (10) suspeito de sequestrar e molestar duas crianças de Bauru já havia sido condenado a 20 anos de prisão em quatro processos de crimes sexuais e havia deixado a cadeia havia apenas quatro meses.

A informação é do delegado Rogério Dantas, titular da 3ª Delegacia de Homicídios da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic), que comanda as investigações. Ele explica que o idoso estava em liberdade condicional após cumprir 13 dos 20 anos de sua pena. A polícia fazia buscas pelos irmãos desde o último sábado (9), quando recebeu a denúncia de que as crianças, um garoto de 11 anos e uma menina de nove, tinham desaparecido da casa da avó, no Núcleo José Regino, após serem vistos entrando no carro de um vizinho, na tarde de sexta-feira (8). O vizinho era o idoso, que foi autuado em flagrante e vai responder pelos crimes de sequestro, estupro de vulnerável e aliciamento de crianças através do uso de meios eletrônicos. O suspeito passou por audiência de custódia e a Justiça seguiu a recomendação do Ministério Público para converter o flagrante em prisão preventiva. Ele agora deve ser transferido para o Centro de Detenção Provisória (CDP). Segundo o delegado, a qualificação do crime de aliciamento por meios eletrônicos foi justificada porque o suspeito já vinha mantendo contato com as crianças havia cerca de quatro meses por aplicativos de mensagens com promessas de presentes. Na mais recente promessa antes do sequestro, segundo a polícia, o homem disse que compraria um par de chuteiras para atrair o menino de 11 anos. Sequestro e peregrinação pela região A denúncia do desaparecimento foi feita na tarde de sábado, quando a polícia conseguiu localizar o veículo do suspeito quebrado no acostamento da Rodovia Osni Mateus (SP-261), em Boracéia (SP). Ainda de acordo com as investigações, depois que o carro quebrou, o idoso foi a pé com as crianças até as margens do Rio Tietê, onde todos entraram na água para nadar usando apenas roupas íntimas. O delegado Rogério Dantas diz que, neste momento, segundo os depoimentos das crianças, o idoso as teria molestado. Depois de dormirem no chão, os três foram até Pouso Alegre do Baixo, distrito de Jaú (SP), onde dormiram embaixo do viaduto que dá acesso ao trevo de Itapuí (SP). No domingo pela manhã, o idoso e as crianças foram a uma lanchonete às margens da Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-225), em Itapuí, onde um casal desconfiou da situação e acionou a Polícia Militar. A PM prendeu o idoso em flagrante e apreendeu uma faca que estava com ele. O veículo usado no sequestro também foi apreendido. O suspeito foi levado à Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Bauru e, depois, transferido para a cadeia de Avaí (SP). Sequestro de irmãos em Bauru alerta para cuidados redobrados com crianças nas férias O delegado contou ainda que a mãe das crianças, que fez a denúncia do desaparecimento, era procurada pela polícia pelo crime de tráfico de drogas e também acabou presa. O pai dos irmãos não foi localizado. O Conselho Tutelar foi acionado e as crianças foram levadas para um abrigo.

116 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page