Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

INVESTIGAÇÕES: Justiça nega pedido de Nascimento para barrar sindicância e auditoria contra ele


O juiz da Vara da Fazenda Pública de Marília, Walmir Idalêncio dos Santos Cruz, negou pedido do vereador Eduardo Nascimento (PSDB), para suspender

Sindicância que investiga denúncias referentes ao período em que ele autou como secretário municipal de Esportes (2017 a abril de 2020), na primeira gestão do prefeito Daniel Alonso.

Na ação judicial com pedido de mandado de segurança, Nascimento alegou "ato ilegal" e "perseguição política" do prefeito Daniel Alonso (PSDB), que determinou em outubro passado a abertura da Sindicância. Apontou ainda que a competência para abertura da referida Sindicância seria do corregedor-geral do Município.

Na mesma ação, o vereador solicitou que o magistrado determinasse à Prefeitura fornecer informações sobre as investigações. Foi concedido prazo de dez dias para isso.

AUDITORIA

No teor da ação, Nascimento cita também o processo licitatório para contratação de empresa especializada para realizar auditoria nas contas da secretaria municipal de Esportes, no período em que ele atuou como secretário.

A contratação da empresa foi determinada este mês por Alonso e tem como objetivo auxiliar a Sindicância já aberta em outubro.





196 visualizações0 comentário