Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Irmãos são condenados por morte de rapaz na Zona Norte de Marília. Testemunha sai presa do Fórum


Por decisão do Tribunal do Júri do Fórum de Marília, os irmãos Jean Carlos Aparecido da Silva Gomes e Jamerson Denis da Silva Gomes, deverão cumprir 16 anos e quatro meses de prisão por homicídio duplamente qualificado, motivo torpe e meio que dificultou a defesa da vítima (ataque surpresa).

Eles foram acusados pelo assassinato de Guilherme Almeida da Silva, de 21 anos, na madrugada de 29 de janeiro de 2017, por volta de 3h, no Bairro Trieste Cavichioli, na Zona Norte de Marília.

PRISÃO POR FALSO TESTEMUNHO

Durante o julgamento, um homem de 29 anos recebeu voz de prisão da juíza da 1ª Vara Criminal de Marília, Josiane Patrícia Cabrini Martins Machado, por falso testemunho. Ele foi conduzido pela Polícia Militar à CPJ, por volta das 19h30. O delegado plantonista arbitrou fiança de R$ 2 mil, a qual não foi paga e ele permaneceu preso.

O CRIME

Guilherme foi morto por desavenças envolvendo drogas. Os acusados, acompanhados de uma terceira pessoa, utilizavam um veículo escuro, de propriedade de Jean, quando encontraram a vítima andando pela rua.

Assim que o veículo parou, Jamerson desceu e passou a agredir a víitma. Na sequência, Jean passou a golpear a vítima com uma faca atingindo a região lombar esquerda, braço esquerdo e próximo da axila esquerda.

Guilherme faleceu cerca de um mês depois no Hospital das Clínicas de Marília. Jamerson foi preso no dia 17 de março de 2017 e o irmão dele, Jean, em junho de 2018. Ambos com drogas, na Vila Barros, também na Zona Norte da cidade.





50 visualizações0 comentário