Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Júri julga servente que pediu um cigarro, levou um tapa e matou o amigo com golpes de canivete


O servente de pedreiro Rodrigo Augusto Lourenço Torres estará no banco do réus do Tribunal do Júri do Fórum de Marília na manhã desta quinta-feira (21), acusado de matar Alisson Augusto Tavares dos Santos.

O crime aconteceu na madrugada do dia 27 de julho de 2019 no Bairro Jânio Quadros, na Zona Norte de Marília. Conforme a denúncia do Ministério Público, o servente pediu um cigarro para Alisson, o qual, segundo o réu, além de recusar, ainda lhe desferiu um tapa no rosto.

Rodrigo sacou um canivete e Alisson correu, mas foi perseguido até tentar entrar em uma casa no bairro. Nesse momento foi atacado pelo servente, que lhe desferiu vários golpes. Alisson morreu no local.

Rodrigo se escondeu em um matagal, de onde saiu no final da manhã e caminhava para sua casa, quando foi abordado e preso pela Polícia Civil.





34 visualizações0 comentário