Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

JARDIM ECOPARK: Toca e Menin constroem inovador bairro planejado na Zona Leste


Urbanização projetada por dois dos mais conceituados arquitetos do Brasil vai criar alamedas ecológicas de uso comum com diversos equipamentos públicos e ainda abrir caminho para a construção de uma radial que irá interligar as regiões Leste e Sul.

A Toca Imóveis e a Menin Engenharia estão construindo um surpreendente e inovador bairro planejado que irá alterar, para melhor, o jeito de viver de todos os moradores da Zona Leste de Marília. É o Jardim Ecopark, projetado por dois dos mais conceituados arquitetos e urbanistas do Brasil, Luciano Borghesi e Benedito Abbud. Eles idealizaram um moderno conceito de bairro inteligente, onde a ocupação urbana é sustentável, ecológica e de valorização dos espaços públicos, para proporcionar uma experiência de vida diferenciada.

O Jardim Ecopark, que leva a mensagem de ser “um bairro criado para pessoas”, vai urbanizar e ocupar de forma ordenada uma reserva de área intocada de 100 mil m² (equivalente a 14 campos de futebol oficiais) entre a Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes e Rua Santa Helena. Serão abertas novas vias públicas para abrigar quarteirões de ocupação imobiliária organizada, com edificações residenciais, institucionais e comerciais, que irão beneficiar toda a região, tanto em qualidade de vida como em valorização imobiliária.

O novo bairro vai dividir o terreno em três grandes quarteirões e abrir três novas ruas. O local fica em topografia de grande altitude, que lhe proporciona uma das melhores vistas do pôr do sol de Marília.

As alamedas são constituídas de calçadas vivas, amplas, para passeio, ciclismo, atividade física, lazer ou descanso

As novas vias públicas serão elaboradas como grandes alamedas, com diversos equipamentos de convivência de uso comum. Vão abrigar um parque florestal, formado por grandes árvores em toda sua extensão, oferecendo ainda pistas de cooper, playgrounds para todas as idades, equipamentos de ginástica, espaços pet, ciclovias e bancos para descanso.

Os equipamentos públicos do novo bairro serão dispostos nas alamedas pelas chamadas calçadas vivas, com grandes Palmeiras Imperiais, diversas espécies de Ipês e até árvores frutíferas como jabuticabeira e pitangueiras.

O Jardim Ecopark será conectado a uma rotatória no entroncamento da rua lateral do Bosque com a Avenida Brigadeiro, para então abrir caminho para a construção de um acesso deste ponto até a Avenida Cascata, interligando as regiões Leste e Sul de Marília.

Apenas um empreendimento imobiliário foi definido para ser construído no novo bairro até agora, um edifício residencial vertical, de alto padrão, com acesso pela Rua Santa Helena. O lançamento da pré-venda dever ser anunciado em breve. Outro projeto de ocupação comercial na quadra da Avenida Brigadeiro, onde abriga o Pavilhão do Jardim Ecopark, ainda está em fase de planejamento. As outras áreas ainda não possuem empreendimentos em desenvolvimento.



30 visualizações0 comentário