top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Justiça mantém prisão de idoso que causou acidente com mortes em ultrapassagem proibida na BR-153

Atualizado: 17 de abr. de 2023


O idoso de 75 anos que causou um grave acidente que resultou em duas vítimas fatais na tarde desta sexta-feira (14), na BR-153 (Marília a Lins), passou por audiência de custódia na manhã deste sábado (15) e teve mantida a prisão decretada no início da noite de ontem, durante depoimento na CPJ. Ele, que reside na Fazenda do Estado, foi encaminhado para a Penitenciária de Álvaro de Carvalho.

O B.O foi registrado como homicídio culposo na direção de veículo e deixar de prestar socorro à vítima. O idoso, que conduzia um veículo Gol, cinza, ano 2004, placas de Marília, fugiu do local do acidente e estava com a CNH vencida há dois anos.

O acidente foi registrado em imagens das câmeras de monitoramento instaladas na carreta e ajudaram na identificação do veículo causador do acidente. O idoso foi localizado em um imóvel rural próximo ao local da colisão, onde reside.

Ao ser abordado pelos policiais rodoviários federais, com o veículo já guardado na garagem da residência, ele disse que seguia com o Gol pela rodovia e se lembrava apenas que um outro veículo havia invadido e pista contrária e colidido com um caminhão.

Faleceram no local do acidente, por volta das 13h30 de ontem, sobre a ponte do Rio Tibiriçá, Edna Nabas Soares, de 43 anos e Gustavo Henrique de Oliveira Silva, de 12 anos. As vítimas foram sepultadas hoje. Edna em Marília e Gustavo em São José do Rio Preto.

Edna conduzia um Corolla, cinza, ano 2016, placas de São José do Rio Preto, no sentido Lins a Marília e para não bater de frente com o Gol, desviou, perdeu o controle, bateu na mureta da ponte e em seguida violentamente contra uma carreta Mercedes Benz, placas de Cascavel (PR), que era ultrapassada pelo Gol.

Edna conduzia o Corolla e morreu no local do acidente, junto com o enteado de 12 anos







1.994 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page