top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Levantamento aponta queda de colisões de veículos contra postes em Marília


Em meio ao "Maio Amarelo", mês da campanha nacional de conscientização no trânsito, a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) divulgou o balanço de colisões contra postes no primeiro trimestre do ano.

Na região de Marília foram registradas 20 ocorrências desta natureza. O número total de colisões é 47% inferior ao registrado no primeiro trimestre de 2022, quando foram computadas 46 colisões contra postes de energia.

Conforme nota da CPFL, Marília segue em patamar elevado, apesar dos números terem diminuído consideravelmente em 2023. “Apesar da queda no número total de colisões, considerando trânsito e trajeto, é importante continuarmos incentivando a discussão sobre a direção segura no trânsito, uma vez que os índices seguem elevados. Somente nesses três primeiros meses do ano, tivemos uma média de mais de 1 acidente por dia”, destaca o gerente de Saúde e Segurança do Trabalho da CPFL Energia, Marcos Victor. Dor de cabeça

Na maioria dos casos, após a colisão, é necessária a substituição do poste e a reconstrução da rede de distribuição de energia, o que pode levar tempo até ser concluída. Portanto, além dos danos a si, o responsável pela batida prejudica os moradores da região na qual ocorreu o acidente. Aliás, dependendo da gravidade do ocorrido, as equipes de campo precisam aguardar a realização dos trabalhos da perícia policial para iniciar a manutenção.

Nos casos em que a distribuidora identifica o culpado legal, este é obrigado a assumir os custos de reposição do poste, atualmente avaliado entre R$ 4 mil e R$ 7 mil. A diferença leva em consideração os equipamentos instalados tanto pela distribuidora como pelas empresas que ocupam a estrutura. Por exemplo, um poste com iluminação pública simples tem menor valor que aquele que sustenta um transformador de energia e equipamentos de telecomunicação. Dicas de segurança

Considerando o impacto do assunto para a população e aproveitando as iniciativas do ‘maio Amarelo’, a CPFL Energia, por meio da campanha Guardião da Vida, lista dez principais dicas de segurança no trânsito. O objetivo é promover reflexões sobre pequenas atitudes que ajudam a reduzir o número de acidentes e, consequentemente, a salvar vidas.

1. Mantenha o veículo com a manutenção em boas condições, verificando o estado dos pneus, dos freios, dos faróis e dos retrovisores;

2. Não dirija sob efeito de álcool, remédios ou qualquer outra substância tóxica;

3. Quando estiver dirigindo, cuidado com o farol alto. Você pode ofuscar a visão do motorista na via de sentido oposto;

4. Respeite sempre a sinalização de trânsito e os limites de velocidade das vias, em qualquer dia, local e horário;

5. Respeite os pedestres e sempre use cinto de segurança e capacete, para motociclistas;

6. Não use celular quando estiver dirigindo. Além de colocar em risco a vida dos pedestres e outros motoristas, a infração para quem é pego usando o celular na direção é considerada gravíssima;

7. Em caso de manobras, sinalize para os pedestres e os demais motoristas;

8. Sempre mantenha distância segura do veículo à frente;

9. Fique atento às condições da pista e do clima. Em caso de pista molhada ou de neblina, dirija com cuidado. Diminua a velocidade e mantenha a distância dos demais veículos;

10. Em caso de acidente com poste, se houver queda de cabos, procure ficar no interior do veículo, sem tocar nas partes metálicas, até o atendimento por parte das equipes da empresa.

Para saber mais sobre a campanha Guardião da Vida, acesse o site: https://guardiaodavida.com.br




78 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page