Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Médicos destacam importância e Santa Casa faz campanha sobre diagnóstico precoce de câncer de mama


Doença também tem sido registrada em homens; autoexame é fundamental

O médico ginecologista e mastologista da Santa Casa de Marília, Carlos Alberto Giandon, destacou a importância do diagnóstico precoce para a cura do câncer de mama. “As formas de detecção da doença são o autoexame, o exame clínico e a mamografia, que deve ser feita pelo menos uma vez por ano a partir dos 40 anos de idade da mulher”, enfatizou ele.

Em 2020, a Santa Casa de Marília realizou 2.046 consultas, 120 cirurgias, 1.414 sessões de quimioterapia e 2.893 hormonioterapias em casos relacionados ao câncer de mama, conforme o setor de estatística da unidade hospitalar filantrópica mariliense.

O médico ginecologista e mastologista, Carlos Alberto Giandon

“Ressaltamos a importância do autoexame e trazemos um número importante para mostrar que é preciso estar sempre atento. Em aproximadamente 90% dos casos, o próprio paciente constata alguma alteração na mama e procura por atendimento médico”, disse Giandon.

Dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer) apontam que 29,5% dos casos de câncer em mulheres são constatados nas mamas. A faixa etária mais atingida é entre 45 e 55 anos.

Manter hábitos saudáveis como dieta balanceada, prática de atividades físicas, diminuição no consumo de álcool e não fumar pode prevenir o câncer.

Alguns dos sinais do câncer de mama são: mudança no formato ou no tamanho dos seios, existência de “caroços”, vermelhidão, vazamento nos mamilos, inchaços nas axilas e outros. Em quaisquer desses casos, um médico deve ser procurado.

Giandon ressaltou que, apesar de ainda em menor número, o câncer de mama em homens vem sendo registrado. “O procedimento deve ser o mesmo e os homens devem fazer o autoexame e procurar um profissional em caso de alguma anormalidade”.

A paciente da Oncologia e membro do grupo de voluntários Amigos do COM, Lucia Castro

Abertura Outubro Rosa

Cerimônia realizada na manhã de sexta-feira, no Complexo Ambulatorial “Bento de Abreu Sampaio Vidal”, abriu oficialmente o Outubro Rosa na Santa Casa de Marília.

O secretário municipal de Direitos Humanos, Wilson Alves Damasceno, representou o prefeito Daniel Alonso (PSDB), que estava em viagem e reiterou apoio às ações de prevenção e combate ao câncer de mama neste mês de outubro. A médica ginecologista e mastologista Camila Abrão Costa Buzeto, responsável pela coordenação da saúde da mulher no município também falou sobre a importância da campanha.

O secretário municipal de Direitos Humanos, Wilson Alves Damasceno


ATENDIMENTOS VIA SUS

A médica coordenadora do Centro de Oncologia da Santa Casa de Marília, Lia Rachel Gaspari e o superintendente assistencial do hospital, Márcio Mielo, mencionaram a assistência em saúde prestada no tratamento do câncer, com a maioria dos atendimentos sendo realizados via SUS (Sistema Único de Saúde) focando o cuidado centrado no paciente.

A médica ginecologista e mastologista, Camila Abrão Costa Buzeto

Depoimento da paciente da Oncologia e membro do grupo de voluntários Amigos do COM, Lucia Castro, sobre o enfrentamento ao câncer de mama emocionou a todos. Ela agradeceu o atendimento na Santa Casa de Marília e toda rede de apoio fundamentais para o tratamento dela.

A médica coordenadora do Centro de Oncologia da Santa Casa de Marília,

Lia Rachel Gaspari

O provedor da Santa Casa de Marília, Norival Carneiro Rodrigues, comentou que o hospital encontra-se em processo de evolução constante. “Vamos continuar trabalhando, junto com a sociedade, pois a Santa Casa não tem dono e assim continuar atendendo a população, com mais de 70% dos nossos procedimentos sendo realizados pelo Sistema Único de Saúde”.

O superintendente assistencial do hospital, Márcio Mielo


Programação da campanha

Com o apoio da Proeste Nissan e Proeste Renault, camisetas da campanha estão sendo vendidas e a renda será revertida para o Centro de Oncologia da Santa Casa de Marília.

Pedágios para a conscientização das pessoas quanto à importância da detecção precoce da doença, aumentando assim as chances de cura, serão realizados nos dias 14, 15, 26 e 27 de outubro, das 10h às 13h e das 17h às 20h, em tenda instalada na entrada de funcionários do hospital. Laços de cor rosa e doces com o slogan da campanha serão distribuídos e no local também estará disponível a “mama amiga”, uma prótese de silicone para as pessoas apalparem e saberem identificar a possibilidade de existência dos nódulos característicos do câncer de mama. Vale lembrar que os casos suspeitos serão encaminhados para atendimento médico.

O provedor da Santa Casa de Marília, Norival Carneiro Rodrigues


Nos dias 8 e 29 de outubro, às 10h30, no salão de reuniões da Santa Casa de Marília, serão realizadas palestras com os médicos ginecologista e mastologista Carlos Alberto Giandon e cirurgião plástico Fábio Pierucci, com envolvimento direto dos colaboradores da Santa Casa de Marília.

O médico cirurgião plástico, Fábio Pierucci