top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Mais de 643 mil pessoas têm dinheiro "esquecido" nos bancos. Saques continuam liberados


Segundo um relatório do Banco Central, 643.105 pessoas têm mais de R$ 1 mil para sacar (equivalente a 1,37% do total).

Nesta semana foi reaberta a consulta ao Sistema de Valores a Receber (SVR) referente a quantias 'esquecidas' em contas bancárias.

A maior parcela (62,55%) é de quem tem até R$ 10 em conta, totalizando 29,2 milhões de pessoas. Em seguida estão as contas com valores de R$ 10 a R$ 100, com 26,05%, e as contas com quantias de R$ 100 a R$ 1 mil, totalizando 4,6 milhões de clientes ou 10,03%.

Vale ressaltar que os números são referentes ao total de contas, de maneira que uma pessoa pode ter mais de uma conta aberta com dinheiro esquecido. Os dados divulgados pelo Banco Central são referentes a janeiro de 2023.

Como consultar os valores esquecidos?

A maior parcela (62,55%) é de contas que têm até R$ 10 em conta. (Imagem: Reprodução/Freepik)

Os interessados podem realizar a consulta pelo portal Valores a Receber, onde também podem tirar dúvidas sobre como solicitar a devolução das quantias para pessoas físicas e jurídicas, incluindo falecidas. Segundo dados do Sistema de Valores a Receber, são cerca de R$ 6 bilhões esquecidos registrados em 38 milhões de CPFs e 2 milhões de CNPJ.

Dentre as mudanças que o BC anunciou, estão:

A inclusão de todos os tipos de valores previstos na norma, ampliando a possibilidade e o montante a receber;

O compartilhamento e impressão das telas e protocolos de solicitação do SVR, incluindo o WhatsApp;

Sala de espera virtual para manter o SVR aberto por prazo indeterminado, com acesso sem agendamento;

Consulta a valores de pessoa falecida, com acesso para herdeiro, testamentário, inventariante ou representante legal, informando os dados de contato da instituição responsável pelo valor e a faixa de valor;

Mais transparência para quem tem conta conjunta: Se um dos titulares solicitar o valor via SVR, o outro, ao entrar no sistema, conseguirá ver as informações da solicitação, como valor, data e CPF de quem solicitou.

Dicas para evitar cair em golpes

Segundo as orientações do Banco Central, os clientes devem ignorar as mensagens de WhatsApp com links para resgatar os valores esquecidos. Segundo a instituição, os links são usados para roubar as senhas e podem instalar vírus e programas espiões no celular.

A autarquia reforça que as informações oficiais são divulgadas exclusivamente no site do Banco Central e nas redes sociais oficiais da instituição, e que não é necessário fazer nenhum tipo de pagamento para ter acesso aos valores. Todos os serviços do Valores a Receber são gratuitos.

84 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page