top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

MAIS EMPREGOS: Walter Ihoshi tem trabalho decisivo na conquista do Parque Tecnológico em Marília


O ex-deputado federal por dois mandatos e presidente da Junta Comercial do Estado de São Paulo, Walter Ihoshi, tem participação decisiva na conquista do Parque Tecnológico para Marília. O investimento de cerca R$ 30 milhões ocupará uma área de 200 mil metros quadrados no Distrito de Lácio.

Ihoshi acompanhou de perto todo o processo de credenciamento do Município para esse empreendimento, em projeto desenvolvido pelo Univem.

O Parque Tecnológico vai atrair novas empresas e gerar milhares de empregos na área da tecnologia da informação. Um ambiente onde serão instaladas diversas empresas de segmentos diferentes, com focos semelhantes, permeados em tecnologia.

"Desde a apresentação do projeto, vimos que Marília já estava preparada para receber o Parque Tecnológico, o único credenciado em um raio de 200 quilômetros em nossa região. A parceria com a Prefeitura e apoio de importantes segmentos estão tornando este sonho realidade", disse Ihoshi.

O que difere um parque tecnológico de um distrito industrial é a gestão voltada à inovação, que estabelece estratégias para integração entre as empresas com as instituições de ensino e pesquisa, além de serviços especializados para apoiar a competitividade e inovação em cada segmento das empresas instaladas no ambiente.

Para a instalação do Parque Tecnológico, Marília atendeu requisitos essenciais: possuir um Centro de Inovação Tecnológica e um Centro Incubador de Empresas, ambos já fazem parte do ambiente Univem, CITec e CIEM.

Os clusters fortalecem os negócios, através de incentivos fiscais, busca de fomentos, novas oportunidades no mercado de trabalho e o desenvolvimento de uma mão de obra qualificada. Esse conjunto de fatores contribui para o desenvolvimento regional.

"Estamos na reta final e preparando o início da construção desse Parque, estimulando a inovação e as iniciativas empreendedoras dos negócios de base tecnológica, aproveitando o suporte de capital intelectual, científico e tecnológico das instituições de ensino e pesquisa da região”, explicou Ihoshi. "Marília tem vocação nesse sentido e o mais importante, nesse contexto, é a geração de empreendedores e empregos", ressaltou.

O ex-deputado federal, com base em Marília, destacou ainda o importante apoio da Prefeitura, através do secretário de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento, Nelson Mora, do Univem, voluntários e colaboradores e da Câmara Municipal, através do presidente, vereador Marcos Rezende.

ESTIMULANDO A ABERTURA DE NOVAS EMPRESAS

Na presidência da Jucesp (a maior Junta Comercial do país),Ihoshi dinamizou o setor de tecnologia da informação -com 100% digital- e desburocratizou o sistema, possibilitando a aprovação dos processos de aberturas de novas empresas em até 24 horas em todo o Estado. Isso para empresas dos tipos jurídicos Empresário Individual – EI), Empresa Individual de Responsabilidade Limitada – Eireli e Sociedade Limitada – LTDA, que correspondem por 98,84% das empresas registradas no órgão





145 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page