Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Marília tem nota máxima no Ranking Ambiental sobre Sustentabilidade no Programa Município Verde Azul


Município atingiu nota máxima na Diretiva Município Sustentável e lidera Ranking Estadual que avalia a sustentabilidade na administração pública

Marília recebeu nota 10 na Diretiva Município Sustentável do Programa Município Verde Azul e lidera o Ranking sobre o tema no Estado de São Paulo. A premiação colocou a cidade entre as melhores em administração pública que promovem ações sustentáveis, como licitações que contemplem compras e construções sustentáveis, bem como criação de Leis e capacitações que abordam o tema, assim como a ampla divulgação da educação ambiental no município. O uso da tecnologia em lâmpadas LED na iluminação pública e semáforos, bem como capacitações e incentivos às boas práticas sustentáveis na produção agrícola, habitação e energia, além dos cuidados com compras de insumos e alimentos que tenham origem sustentável com certificações comprobatórias, contribuíram para tornar Marília líder no ranking ambiental sobre sustentabilidade. A compra de madeiras que tenham origem legal e comprovem essa origem através do CADMADEIRA, por exemplo, é exigido em todos os editais publicados no município, demonstrando o cuidado com que a gestão Daniel Alonso aborda essa questão, não permitindo que madeiras ilegais entrem na cidade. Leis que contemplam a sustentabilidade também colaboraram para a pontuação no ranking, como, por exemplo, a Lei nº 8.628/2020, que dispõe sobre a adoção de práticas e métodos sustentáveis na construção civil executadas pela administração pública, direta ou terceirizada. Assim, todas as obras realizadas pela Prefeitura, sejam novas construções ou reformas, deverão apresentar itens que promovam a sustentabilidade, através da redução no consumo de água, energia, comprovação da origem legal dos materiais utilizados, reuso e reciclagem dos resíduos gerados e disposição final dos rejeitos, além da permeabilização do solo e plantio de árvores. Segundo o secretário Vanderlei Dolce, os objetivos foram traçados desde o primeiro dia da administração Daniel Alonso, e há de melhorar ainda mais nos próximos anos: “Saímos do fundo do poço, com toneladas de lixo nas ruas, e hoje a cidade é a número um em sustentabilidade. Isso demonstra que estamos no caminho correto e nos motiva a melhorar ainda mais a qualidade ambiental em nosso município”, afirmou o secretário. O prefeito Daniel Alonso lembra que foram diversas ações realizadas ao longo dos quatro anos e estes trabalhos resultaram nesta classificação sobre sustentabilidade. “Fizemos um trabalho que sempre priorizou as questões ambientais. Realizamos a construção de três estações de tratamento de esgoto, colocando Marília no pequeno e seleto grupo de cidades do país que realizam 100% do tratamento do esgoto coletado. Construímos o EcoPonto da Zona Sul, que nos permite receber e dar destinação ambientalmente correta a cada tipo de material descartado. Iremos construir mais três Ecopontos para contemplar as zonas norte, leste e oeste, agora em 2021. Resolvemos o problema do lixo, antes deixado nas portas das casas, e hoje, coletados com frota renovada e conduzidos de forma ambientalmente correta, em plataforma licenciada pela Cetesb. Nos primeiros quatro anos, corrigimos todas as omissões e abandonos de governos anteriores, e agora, nos próximos quatro anos colocaremos Marília no lugar em que sempre mereceu estar, sendo modelo em sustentabilidade”, disse o chefe do Executivo. A classificação final de Marília no Programa Município Verde Azul está em análise pela Coordenaria do PMVA, onde, por falha técnica, as notas da Diretiva “Gestão das Águas” não foram lançadas, e, consequentemente, não foram atribuídas à nota final, o que elevará a classificação do município no ciclo 2019/2020.

22 visualizações0 comentário
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle
whatsapp-logo-vector.png
Chama no Zap!

© 2017 por "JP. Povo

Anuncie aqui!!!
14 99797-5612