top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Meninas mortas a facadas pelo pai serão sepultadas hoje.


Sob forte comoção, foram removidos os corpos das meninas Natáli, 5 anos, e Natanaeli, 6 anos, da casa onde moravem e foram mortas pelo próprio pai, Natanael, de 28 anos, nesta terça-feira (24), em um distrito de Avaré. As crianças serão sepultadas hoje.

Elas foram mortas a facadas pelo próprio pai, pela manhã. A perícia investiga a possibiidade dele ter usado cacos de vidro de uma janela que foi quebrada. Após o crime, ele simulou um sequestro e negociou com equipes policiais até o final da tarde. Foi preso, encaminhado ao Pronto Socorro e depois à CPJ, com sinais de depressão e desorientação, segundo informações da PM. Mas ainda não há uma explicação plausível para o que aconteceu, o que somente será determinado pelas investigações.

A polícia foi chamada às 11h54 após vizinhos ouvirem o homem gritar que explodiria a casa usando o botijão de gás. Natanael e a mãe das meninas estavam separados e as meninas tinham sido deixadas com ele, enquanto ela foi trabalhar. O pai manteve as próprias filhas em cárcere privado e, de acordo com o Tenente-Coronel Gonçalves, comandante do Choque da PM de Avaré, que conduziu a operação no local, deve ter matado as meninas no início da tarde. “Quando invadimos a casa os corpos já estavam em rigidez cadavérica”, explicou.

A decisão de invadir foi tomada depois de 6 horas de negociação e quando não havia mais nenhum sinal das meninas. Uma delas foi encontrada sobre a cama e a outra no chão do quarto. Como havia uma janela com a vidraça quebrada, a polícia aguarda laudo pericial para concluir se as meninas foram mortas a facadas ou com golpes de cacos de vidro. Além da PM, o Corpo de Bombeiros, SAMU e uma unidade do GATE de SP foram deslocadas para a frente da residência em Taquarituba. A população de 23 mil habitantes da cidade ficou chocada com o crime.





69 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page