top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Menor diz que matou rapaz com cinco tiros na cabeça após fumarem maconha, na zona norte de Marília


O adolescente W.J.S.F, de 16 anos, executou Gustavo Crispim dos Santos, de 22 anos, com cinco tiros na cabeça, com um revólver calibre 38, por volta das 12h desta quinta-feira (31), em um pasto localizado no Bairro Palmital, zona norte de Marília.

Um transeunte relatou ter visto dois indivíduos deixando uma motocicleta no local e ambos se embrenharam na mata e que algum tempo depois, esta testemunha teria ouvido disparos e logo em seguida somente um deles retornou da mata.

A referida testemunha havia anotado a placa da motocicleta, uma Honda Biz, branca e rodas de liga leve, sendo que diante disso policiais militares verificaram no sistema o endereço da dona da moto.

Se dirigiram ao endereço citado, sendo verificada que a casa estava fechada. Em contato com os vizinhos os mesmos informaram que os moradores não estavam no local e a dona da moto seria filha dos moradores.

Os policiais tomaram conhecimento que ela estaria morando numa casa no Bairro Jânio Quadros e foram para o local.

Chegando na casa, avistaram a motocicleta estacionada no quintal e chamaram pelos moradores; Logo em seguida apareceu uma mulher, que se identificou dona da moto e o filho dela, identificado como sendo o adolescente, já com as mãos levantadas e afirmando que era ele o autor do homicídio.

Em conversa com W., o mesmo disse que Gustavo havia lhe subtraído a quantia de R$ 20.000,00 que estava guardado na sua casa e que resolveu matá-lo. Disse que hoje chamou a vítima para juntos fumarem maconha em um área de vegetação e quando o mesmo se distraiu, efetuou vários disparos na cabeça dele, usando um revolver calibre 38.

Os policiais indagaram o menor sobre a arma e ele disse que havia entregado para um homem que estaria numa biqueira. Os PMs deram uma vistoriada na casa do adolescente e encontraram a quantia de R$ 869,00, tendo o mesmo lhes dito que eram proventos da traficância. O menor foi conduzido à CPJ e colocado à disposição da Justiça. O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil.

Gustavo está sendo velado na Sala 1 do Velório Municipal e será sepultado hoje no Cemitério da Saudade.



2.978 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page