top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Moradora de condomínio na Zona Norte de Marília denuncia envenenamento de animais


Uma série de tentativas de envenenamento de pets vem assustando moradores do condomínio residencial Terra Nova, na Zona Norte de Marília. Um animal acabou falecendo por intoxicação.

Uma moradora do condomínio, que preferiu não se identificar, contou que os animais no local, em especial cachorros e gatos, são comuns. “Muita gente tem pet e tem também alguns animais que invadem o condomínio, são alimentados por moradores e acabam ficando”, diz. No entanto, segundo a moradora as tentativas de envenenamento também se tornaram comuns. No dia 12 de fevereiro um gato, de nome Pitoco, foi morto e o cachorro Bobby precisou ser levado para o médico veterinário. “Levei ele quase morto no meu braço, muita crueldade”, conta a moradora. A situação chegou até a polícia e um boletim de ocorrência foi registrado no dia seguinte como ato de abuso a animais. No mesmo final de semana, outro cachorro também quase foi envenenado. “Uma moradora que foi passear com o cachorro dela viu um pão pelo condomínio. A cachorra dela pegou, mas ela não deixou ela comer. Essa tutora pegou e levou o pão na veterinária, que confirmou se tratar de veneno”, relata a moradora. “Aqui no condomínio já vimos dois gatos morrerem atropelados no estacionamento, mataram envenenado um outro gato, agora mais esses casos, sem contar o que nós não sabemos”, afirma a moradora sobre o histórico de maus-tratos animais no local. A moradora diz que aguarda o laudo necroscópico do gato morto para confirmar o envenenamento. Em relação ao cachorro Bobby, que não possui um tutor, ela afirma que já gastou R$ 1,7 mil para a sua recuperação. “Ele ainda está com alterações neurológicas, preciso fazer uma vaquinha para ajudar no tratamento”.



157 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page