Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Moradores da Rua Bugrinho, na Zona Oeste de Marília, pedem asfalto, urbanização e iluminação


Moradores da Rua Bugrinho, no Jardim Virgínia, Zona Oeste de Marília, seguem reivindicando pavimentação, urbanização e iluminação no local. São cinco quarteirões tomados pelo mato e praticamente intransitáveis. Problemas que se arrastam por várias décadas.

"Tá difícil até andar a pé por aqui! Idosos e pessoas com dificuldades de locomoção são as que mais sofrem com essa situação, principalmente em dias de chuva", afirma Alexandre Batista, morador daquela região.

Um dos postes de madeira da Rua Bugrinho foi atingido após fogo no matagal e está com boa parte da base consumida, sob sérios riscos de cair sobre pessoas que passam pelo local. Um lixeira coletiva sem tampa virou atrativo para cachorros, que espalham o lixo pela rua.

"A situação por aqui está muito complicada mesmo e estamos recorrendo às autoridades para que tomem providências, olhem por esse povo o mais rápido possível", complemente Alexandre.

Matagal toma conta do que deveria ser o leito carroçável da rua


Lixeira aberta com lixo esparramado por animais e poste de madeira com a base queimada e sério risco de queda, na Rua Bugrinho

Cenário tenebroso e perigo extremo ao anoitecer





64 visualizações0 comentário