Buscar
  • Por G 1

Motorista bêbado atropela cinco crianças em Brasília. Três em estado grave. Ele foi preso


Segundo parentes, meninas em estado mais grave foram operadas na cabeça, fêmur e coluna; outras duas seguem em observação. Homem foi preso em flagrante; embriaguez foi comprovada no IML.

Três das cinco crianças atropeladas por um motorista embriagado em Ceilândia, no Distrito Federal, passaram por cirurgia no Hospital de Base (HBDF), na madrugada desta segunda-feira (23). O acidente ocorreu na tarde de domingo (22). Todas as vítimas são primas e duas delas são irmãs. Duas meninas de 6 anos, e uma de 4, passaram por operações na cabeça, fêmur e coluna. Irmã de uma das outras vítimas, uma menina de 10 anos está em observação, também no Hospital de Base. A quinta criança atropelada, de 10 anos, está internada no Hospital Regional de Ceilândia (HRC). As informações foram confirmadas por parentes. Francisco Manoel da Silva, de 53 anos, conduzia o veículo e foi preso em flagrante pela Polícia Militar. Ele tentou fugir do local, mas foi impedido por motociclistas que presenciaram o atropelamento. O g1 tenta contato com a defesa do motorista.

Motorista foi preso em flagrante pela Polícia Militar Prisão A embriaguez foi constatada no Instituto Médico Legal (IML), pelos sinais e a própria confissão do condutor, que afirmou ter bebido doses de uísque pela manhã. Ele também não tinha carteira de habilitação. Segundo a PM, o teste não foi realizado no local do acidente porque pessoas tentavam agredir o homem. Ele chegou a ser conduzido para uma unidade de saúde por causa das agressões. De acordo com o boletim de ocorrência, Francisco foi autuado por acidente de trânsito com vítima, atropelamento de pedestres, embriaguez ao volante e falta de habilitação. O caso é investigado pela 15ª Delegacia de Polícia, em Ceilândia. Nesta segunda-feira (23), o motorista deve passar por audiência de custódia, que determinará se ele continua preso. Fuga Motorista atropela 5 crianças em Ceilândia, no DF; 3 estão em estado grave O acidente ocorreu em uma faixa de pedestres. À TV Globo, dois motociclistas contaram que pararam para as crianças passarem. No entanto, o carro conduzido por Francisco não parou, atingiu as meninas e ainda fugiu sem prestar socorro. Um dos motociclistas, que não quis se identificar, conta que o condutor do carro estava em alta velocidade e que ele e outro homem, também de moto, seguiram o motorista, até fazê-lo parar. Ainda segundo ele, havia outras duas pessoas dentro do carro, que conseguiram fugir. "Eu fiquei tão em choque que fiquei paralisado. Mas, eu ainda consegui alcançar o cara. Graças a Deus, eu consegui parar ele (sic)", diz a testemunha.




14 visualizações0 comentário