top of page
Buscar
  • Por Adilson de Lucca

Motorista que causou morte de motociclista em colisão em rodovia vai prestar serviços à comunidade


Motorista de um veículo que colidiu com a traseira de uma motocicleta e levou o condutor do motociclo a óbito no local do acidente (SP-294), foi condenado a 2 anos de detenção, cumulado com a pena de suspensão da habilitação pelo mesmo prazo. A pena de detenção foi substituída por prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período. A decisão é do juiz Rodrigo Martins Marques, da 1ª Vara do Fórum de Pompeia e cabe recurso.

O CASO

Por volta das 18h do dia 27 de dezembro de 2021 , Acenir Aparecido Lourenço da Silva conduzia uma motocicleta pela Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, no sentido de Quintana para Pompéia, quando foi atingido na traseira por um veículo Honda City, conduzido por Everton Valdeclei Rondini.

O motorista do carro, que segundo os autos agiu com "manifesta imprudência", saiu ileso.

DEPOIMENTO

Interrogado em juízo, o acusado alegou que, no dia dos fatos, saiu da cidade de Rinópolis e retornava para o município de Rio Claro, onde reside. Contou que estava conduzindo seu veículo em faixa esquerda, dentro da velocidade permitida, quando a vítima entrou de motocicleta na sua frente, gerando colisão. Disse que, na ocasião, estava entardecendo, com queda de luminosidade. Declarou que foi ameaçado por um parente do ofendido. Relatou que ouviu comentários no local de que a vítima costumava cruzar a rodovia para ir a uma propriedade rural.









277 visualizações0 comentário
bottom of page