Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

MP rejeita prisão e padre que atropelou suspeito de furtar igreja é afastado das funções


O Ministério Público recomendou o indeferimento do pedido de prisão preventiva feito pela Polícia Civil contra o padre investigado por atropelar um homem suspeito de furtar a Igreja São Sebastião, em Santa Cruz do Rio Pardo (120 quilômetros de Marília). O pedido de prisão vai ser avaliado pela Justiça.

O carro usado no atropelamento foi encontrado pela polícia e vai ser encaminhado para perícia. O frei Gustavo Trindade dos Santos, de 37 anos, apontado como o motorista que atropelou Ângelo Marcos dos Santos Nogueira, de 40 anos, fugiu sem prestar socorro. Ele é aguardado na delegacia para prestar esclarecimentos.

O atropelamento aconteceu na noite de sábado (7), na Avenida Tiradentes, e foi registrado por uma câmera de segurança. AFASTADO A Diocese de Ourinhos, responsável pela igreja na cidade, informou que frei Gustavo "foi afastado de suas funções religiosas e se encontra disponível para livremente cooperar com a Justiça". Segundo o boletim de ocorrência, a localização do veículo, na segunda-feira (9), foi informada por um dos advogados que representa o frei Gustavo, apontado como suspeito de atropelar Ângelo, que seguia internado na UTI da Santa Casa do município, até a manhã desta terça-feira (10), onde passou por uma cirurgia. O carro, que pertence à Diocese de Ourinhos, estava no estacionamento do Colégio Dominicano, que fica nas dependências do Santuário Nossa Senhora de Fátima. O veículo foi apreendido e deve passar por perícia. Ainda de acordo com o boletim de ocorrência da apreensão, o veículo apresentava a parte da frente e as laterais danificadas. Três advogados que representam o frei procuraram a polícia ainda na segunda-feira, mas não deram informações sobre a sua localização. Ele é esperado na delegacia para prestar depoimento. O caso é investigado como tentativa de homicídio e omissão de socorro, uma vez que o padre fugiu do local sem socorrer a vítima. Apesar da tipificação, não há pedido de prisão contra o padre. A polícia também apura o furto na secretaria paroquial. Por esse crime, Ângelo foi preso em flagrante e deve passar por audiência de custódia quando receber alta do hospital. O ATROPELAMENTO Segundo o boletim de ocorrência, o homem atropelado furtou a casa paroquial da Igreja São Sebastião arrombando uma das janelas. Ele fugiu do local levando três moletons e uma camiseta. Os policiais militares foram chamados por testemunhas, que anotaram a placa do veículo. Pelas imagens dá para ver que o carro chega a entrar na garagem da loja de tintas (veja no vídeo acima). Ângelo foi socorrido com ferimentos graves. Ele ainda estava com as peças de roupa que tinha acabado de furtar, informou a polícia.



56 visualizações0 comentário