Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

NÃO VALEU, CAMARINHA! Justiça Eleitoral anula todos os votos do ex-prefeito


Não valeu nada 35.006 eleitores terem saído de casa, corrido riscos em plena pandemia para votar em Abelardo Camarinha (Podemos), nas eleições para prefeito em 15 de novembro do ano passado.

Na manhã desta sexta-feira (14), a Justiça Eleitoral fez o reprocessamento dos dados e mandou tudo para a lixeira. Todos os votos, que estavam sub judice por força de demanda judicial, foram definitivamente anulados. O "voto" do ex-prefeito só não foi anulado porque ele ficou impedido de votar, por conta da cassação dos direitos políticos por cinco anos.

A derrocada de Camarinha no pleito eleitoral começou no final de outubro, quando o STF decretou o trânsito em julgado de um processo dele que tramitava há quase vinte anos, por improbidade na época em que ele cumpria seu segundo mandato como prefeito, envolvendo contratações ilegais de pessoas para atuar no combate à epidemia de dengue na cidade.

O ato da Justiça Eleitoral, hoje, sacramenta a vitória do atual prefeito Daniel Alonso (PSDB), reeleito com 55.060 votos e, agora, com uma margem de 74,35% dos votos válidos.


260 visualizações0 comentário