top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Neuropediatra da Unimed Marília destaca a importância do diagnóstico precoce em crianças com Autismo


Entrevista com o Dr. Guilherme Cordaro Bucker Furini

Texto: Thayná Rodrigues


O Transtorno do Espectro Autista (TEA) é uma condição que afeta o neurodesenvolvimento, apresentando características como comprometimento na interação social, padrões de comportamento rígidos e repetitivos e desafios na comunicação. Para discutir a relevância do diagnóstico precoce, bem como esclarecer dúvidas comuns, conversamos com o neuropediatra Dr. Guilherme Cordaro Bucker Furini, da Unimed Marília.

O que é Autismo (TEA) ?

O Autismo é um transtorno do neurodesenvolvimento que se manifesta por meio de comprometimentos na interação social, comunicação e padrões de comportamento repetitivos.

Todo atraso de fala é autismo?

Não necessariamente. O atraso na fala pode ser um sinal de alerta, mas é importante diferenciar. Muitos casos de atraso na fala podem ser específicos da linguagem, exigindo intervenção fonoaudiológica.

O que o neuropediatra avalia para fechar o diagnóstico? Quais são os sintomas?

O diagnóstico considera o comprometimento comunicativo, como falta de contato visual aos 12 meses e a ausência de interesse em compartilhar experiências entre 18 a 24 meses. Além disso, são avaliados sintomas relacionados aos cinco sentidos e comportamentos restritos e repetitivos.

Quais outros profissionais e especialistas estão envolvidos no processo de diagnóstico precoce?

Casos mais simples podem ser diagnosticados inicialmente pelo neuropediatra, mas situações mais complexas demandam a avaliação conjunta de psicólogos, fonoaudiólogos e terapeutas ocupacionais.

O que pode prejudicar o desenvolvimento?

O uso excessivo de telas nos primeiros 6 anos de vida pode ser prejudicial. Controlar o tempo de tela e garantir estímulos adequados são fundamentais, como orientado pelos terapeutas.

O que fazer após o diagnóstico?

Após o diagnóstico, é crucial respirar, conversar com familiares, organizar-se e iniciar tratamentos, incluindo fonoaudiologia, psicologia e terapia ocupacional.

Se for autismo, a criança irá desenvolver a fala?

Não há uma resposta definitiva. Muitos indivíduos com TEA desenvolvem habilidades de comunicação com terapias, mas alguns podem optar pela comunicação não verbal.

Quais são os benefícios de identificar esses sinais o mais rápido possível?

Como afirma o Prof. Dr. Marcelo Mashura, "Tempo é cérebro". Iniciar terapias precocemente

melhora significativamente os resultados. Quando procurar um neuropediatra? Sempre que houver suspeitas de atraso no desenvolvimento, como atraso na fala, falta de contato visual ou comportamentos atípicos.

Qual a função do neuropediatra após o diagnóstico?

O neuropediatra acompanha o desenvolvimento, abordando questões de sono, alimentação e nutrição. Avaliar vitaminas e, quando necessário, considerar medicamentos são partes essenciais do acompanhamento.

Quais recursos estão disponíveis para famílias que buscam um diagnóstico precoce e suporte para crianças com autismo?

Na Unimed Marília, dois neuropediatras da USP-HC Ribeirão Preto atendem no centro clínico de especialidades (CEM). Além disso, o CRIE Centro de Reabilitação Infantil Especializado Unimed Marília oferece suporte, incluindo terapeutas com experiência no método ABA, reconhecido pela eficácia no tratamento do autismo, além, claro, das clínicas credenciadas especializadas no desenvolvimento infantil da Unimed Marília.

Dr. Guilherme Cordaro Bucker Furini é médico pela USP de Ribeirão, pediatra pelo HC-USP Ribeirão e neuropediatra pelo HC-USP Ribeirão, com aproximadamente 10 anos de experiência. Agendamentos Neuropediatria : Rua Bororós, 225, Bairro Salgado Filho - CEP 17502-270 - Marília-SP WhatsApp : (14) 99883-0232



27 visualizações0 comentário
bottom of page