top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Nova regra para emissão de nota fiscal MEI começa hoje



Microempreendedores Individuais prestadores de serviço passarão a emitir nota fiscal exclusivamente na plataforma Nota Fiscal de Serviço Nacional ou pelo app NFS-e Mobile

A função será desabilitada no ambiente da Prefeitura. Medida atinge mais de 122 mil MEIs

A partir desta sexta-feira (1º), todos os Microempreendedores Individuais (MEIs) prestadores de serviço passarão a emitir nota fiscal diretamente na plataforma Nota Fiscal de Serviço Nacional (https://www.gov.br/nfse) ou pelo aplicativo NFS-e Mobile, que pode ser baixado nas lojas virtuais dos sistemas Android e iOS. Portanto, os MEIs do Recife vão deixar de emitir a Nota Fiscal de Serviços eletrônica (NFS-e) pelo site da Prefeitura do Recife, que terá a função desabilitada. Na capital pernambucana, a medida atinge 122.856 mil MEIs, que emitem mais de 30 mil notas por mês.

O sistema da NFS-e Nacional pode ser acessado com senha web, que precisa ser criada no momento do primeiro acesso ao portal. Outro mecanismo de entrada é pelo Certificado Digital para Pessoa Jurídica (e-CNPJ), embora a certificação não seja obrigatória para o MEI. A mudança ocorre devido à nova regulamentação federal, que define a padronização da emissão de nota fiscal de serviço do MEI. A Nota Fiscal de Serviço Nacional tem validade em todo o território nacional.

Sobre a obrigatoriedade do MEI em emitir nota fiscal, a regra é a mesma e continua valendo: a emissão da NFS-e é exigida para todo serviço prestado para pessoas jurídicas. No caso de prestação de serviços para pessoas físicas, a emissão segue opcional.

“O objetivo do governo federal é unificar a emissão de nota fiscal por parte do Microempreendedor Individual em um ambiente nacional. A medida seria implantada em abril, foi prorrogada para setembro para que a transição fosse mais tranquila e, agora, a migração passa a ser obrigatória. A gente já vem preparando o MEI nesse sentido, enviando avisos e comunicações, para explicar a alteração e orientar nessa fase. Todos os municípios saem desse processo a partir de agora e obrigatoriamente apenas a plataforma nacional (www.gov.br/nfse) deverá ser utilizada”, destacou a secretária de Fischer.

Vale ressaltar que o perfil de emissor no portal da NFS-e do Recife será desabilitado, mas o acesso do MEI ao sistema (https://nfse.recife.pe.gov.br/capa.aspx) vai permanecer para a realização de consulta às notas emitidas.

*COMO FICA* - A partir de 1º de setembro de 2023, todos os MEIs prestadores de serviço passarão a emitir nota fiscal diretamente na plataforma Nota Fiscal de Serviço Nacional (www.gov.br/nfse) ou pelo aplicativo NFS-e Mobile, que pode ser baixado nas lojas virtuais disponíveis nos smartphones. A mudança acontece buscando a padronização da emissão de nota fiscal de serviço do MEI em todo o território nacional.

*ACESSO AO EMISSOR DE NOTA* - O sistema da NFS-e Nacional pode ser acessado com senha web, que precisa ser criada no momento do primeiro acesso ao portal. O cadastro exige informações simples da pessoa física e do negócio. Depois, já é possível emitir a nota fiscal pelo emissor nacional.

*ATENDIMENTO AO EMPREENDEDOR* - Quem tiver dúvidas em relação à emissão de notas fiscais no processo de migração para o ambiente nacional, a Sala do Empreendedor, um espaço da Prefeitura do Recife voltado para os micros e pequenos empreendedores, funciona no edf. sede da Prefeitura, pode orientar sobre o tema. O atendimento funciona de segunda a sexta, das 8h às 16h, e pelo telefone 0800 281 3535

73 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page