Buscar
  • Assessoria

Novo Centro de Reabilitação Infantil Especializado da Unimed atende de segunda à sexta-feira


Em mais um marco, a Unimed Marília inaugurou e já está em pleno funcionamento a nova unidade de atendimento a crianças de 0 a 14 anos, com necessidades de intervenção e reabilitação neuropsicomotora, comportamental e de linguagem, associadas ou não à deficiência intelectual.

Trata-se do CRIE, o Centro de Reabilitação Infantil Especializado, espaço com estrutura diferenciada que conta com equipamentos modernos e equipe capacitada e qualificada para o atendimento a esse público infanto-juvenil.

Os atendimentos envolvem as áreas de fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia, psicopedagogia e terapia ocupacional. Toda abordagem é centrada no bem-estar e cuidado com a família; as atividades visam a autonomia, incentivando a participação da criança por meio da ludicidade.

Os métodos e abordagens do CRIE nas áreas de psicologia, psicopedagogia e fonoaudiologia estão sob a atenção da Dra. Marília Seno, coordenadora assistencial técnica. Ela conduz as atividades junto a uma equipe especializada no atendimento a crianças com Paralisia Cerebral, Transtorno do Espectro Autista (TEA), Síndrome de Down e outras síndromes ou atrasos no desenvolvimento infantil.

Atendimentos no CRIE já começaram

Conheça mais sobre esses métodos e abordagens, com eficácia cientificamente comprovada, e as profissionais envolvidas neste atendimento que preza pela confiança, respeito, identidade e esperança:

Abordagens e Métodos nas áreas de psicologia, psicopedagogia e fonoaudiologia - ABA (Análise de Comportamento Aplicada)

É uma ciência cujas intervenções derivam dos princípios do comportamento. Atua com reforço positivo para desenvolver e estimular os déficits e reduzir os excessos de comportamentos indesejáveis. É utilizada no desenvolvimento de várias habilidades, como cognição, comunicação e socialização. Durante o processo recorre-se à observação, avaliação e intervenção, no sentido de potenciar a aprendizagem do indivíduo, promovendo seu progresso e autonomia.

PECS (Sistema de Comunicação por Troca de Figuras)

Sistema de comunicação alternativa que objetiva auxiliar pessoas que não usam a fala de forma efetiva. É composto por cartões de figuras e tem como principal objetivo ensinar a comunicação funcional. Ao conseguir expressar suas vontades, as crianças reduzem a ocorrência de comportamentos inadequados, antes usados como forma de comunicação.

TEACHH

O método TEACCH é uma estrutura para apoiar a execução dos objetivos educacionais e terapêuticos, que considera que o ambiente organizado, o ensino estruturado e a previsibilidade favorecem o desenvolvimento e a aprendizagem de pessoas com autismo. O princípio básico é considerar as habilidades, interesses e necessidades do indivíduo, evitando distrações e mantendo a motivação por meio da utilização de reforços apropriados. Dessa forma, é esperada a redução dos comportamentos disruptivos, a ampliação do repertório comunicativo e o engajamento nas atividades visando sempre a conquista da autonomia.


Profissionais envolvidas: JPEG com os CVS


45 visualizações0 comentário