top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

ONG Spaddes alerta sobre o "Abril Laranja", mês de combate aos maus-tratos contra animais


A ONG Spaddes (Proteção Animal) de Marília alerta para o chamado Abril Laranja. Idealizado pela ASPCA (The American Society for the Prevention of Cruelty to Animals – Sociedade Americana de Prevenção da Crueldade aos Animais), o Prevention of Cruelty to Animals Month é o Abril Laranja no Brasil: o mês de combate à crueldade aos animais.

"Esta campanha é importante para reforçar a conscientização das pessoas sobre a necessidade de cuidados e proteção aos animais, principalmente sobre o nocivo comércio nesta área", afirma o diretor da ONG Spaddes, Gabriel Fernando.

DICAS

* Não compre, adote: O grande lema do Amo Vira Lata. Há milhares de animais esperando um lar, e certamente há algum abrigo perto de você lotado de animais para adoção.

* Não pode ter animais? Seja voluntário, apadrinhe ou doe: Você pode ser voluntário e ajudar ONGs e abrigos, apadrinhar um ou vários animais ou até mesmo doar alimentos, remédios e por aí vai.

* Não compre em pet shops que vendem animais: Sim, boicote! Comprar em pet shops que lucram com venda de filhotes é incentivá-las a continuarem fazendo isso.

* Eduque e informe: Seus amigos querem comprar um cachorrinho? Ou adotar mesmo, de repente pra dar de presente pra alguém? Converse com eles, explique todos os prós e contras, independentemente da intenção.

* Denuncie: Viu casos de maus tratos em geral? Entre em contato com ONGs e até mesmo com a polícia.

* Cuide bem do seu pet: Será que você não está sendo cruel sem saber? Não deixe seu animal de estimação esperando no carro, mesmo com vidros abertos. Não saia para passear em horários quentes com muito sol. Não dê doces ou bebidas alcoólicas.

Enfim, são diversos cuidados – que exigem apenas bom senso – que garantem mais saúde e qualidade de vida ao seu pet.


LEGISLAÇÃO

A atual Lei de Crimes Ambientais (Lei 9.605, de 1998) prevê detenção de 3 meses a 1 ano e multa, além do aumento de um sexto a um terço nos casos da morte do animal.

A Comissão de Meio Ambiente (CMA) aprovou um projeto de lei que determina pena de até 4 anos de prisão para quem praticar maus-tratos a animais. Os maus-tratos são abusos, mutilação ou ferimentos contra animais domésticos e silvestres. O texto prevê ainda que a zoofilia, a morte do animal ou a reincidência em maus-tratos serão agravantes da pena em até um terço. Matéria está na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

O que configura maus-tratos a animais?

* Abandonar

* Ferir, mutilar ou envenenar

* Manter preso permanentemente em correntes

* Manter em locais pequenos e sem higiene

* Não abrigar do sol, da chuva e do frio

* Deixar sem ventilação ou luz solar

* Não dar comida e água diariamente

* Negar assistência veterinária ao animal doente ou ferido

* Obrigar o trabalho excessivo ou superior à sua força

* Utilizar animais em shows que possam lhe causar pânico ou estresse

* Capturar animais silvestres

* Promover violência como rinhas, farra-do-boi, entre outros

Combata a violência contra animais todos os dias. Faça a sua parte!



64 visualizações0 comentário

תגובות


bottom of page