top of page
Buscar
  • Por Adilson de Lucca

ONG Spaddes e empresa recolhem mais um cachorro vítima de maus-tratos


Representantes da ONG Spaddes (Proteção Animal) de Marília, estiveram em uma residência localizada na Vila Rebelo, em Garça, na tarde desta terça-feira (27), onde, em parceira com a empresa BG Zangrossi, resgataram um cachorro em situação de maus-tratos.

Após diversas denúncias informando que no local teria um cachorro em situação precária, sem os devidos cuidados, a ONG, representada pelo diretor Gabriel Fernando, fez uma diligência na residência indicada pela denúncia para averiguar a situação.

No local a equipe foi recebida pelos proprietários do imóvel e donos do animal, que autorizaram a entrada para fiscalização. Do lado de fora da residência foi localizado um cachorro de porte médio, sem raça definida, caquético, anêmico, sem alimentação adequada, com água suja e sem assistência médica veterinária. No local também havia mais três animais, mas sadios.

Indagado pela equipe, o tutor informou que o animal tinha sido abandonado próximo da sua casa há um mês e não queria comer nem beber água. Disse ainda que, por ser bravo, era mantido amarrado. A equipe achou estranho o argumento apresentado pelo homem.

A mulher dele disse que por ser evangélica iria falar a verdade e disse que eles tinham o cachorro há mais de 4 anos e que estavam sem condições para levar o animal em um veterinário.

A médica veterinária da empresa BG Zangrossi que estava acompanhando a diligência, atestou os maus-tratos, já que o animal apresentava extrema magreza e estava bastante debilitado.

O caso foi apresentado na Delegacia de Polícia de Garça, onde o delegado Adriano Marreiro ouviu e liberou as partes. As investigações prosseguem.

O animal foi recolhido pela ONG, que desenvolve um ótimo trabalho, e encaminhado para tratamento médico veterinário. Seu quadro de saúde é considerado grave. Quando ele estiver saudável será encaminhado para adoção responsável.




41 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page