top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

ONG Spaddes já levou 12 pra cadeia por maus-tratos a animais. Este ano foram atendidas 124 denúncias


Animal vítima de maus-tratos resgatado pela ONG Spaddes com apoio da Polícia Militar


A ONG Spaddes de proteção aos animais de Marília, que vem fazendo um excelente trabalho aqui na cidade e região, elaborou mais um levantamento sobre as diligências em que as equipes fizeram do começo do ano até agora.

Desde janeiro a equipe da ONG Spaddes, com o apoio das autoridades policiais das cidades de Marília e Garça, realizaram diversas diligências em residências com denúncias anônimas sobre crime de maus-tratos a animais.

Polícia Civil também dá apoio ao ótimo trabalho da ONG Spaddes de Marília

Entre vários casos, pessoas foram presas em flagrante pelo crime. Outras foram notificadas tendo um prazo para legalizar a situação (como abrigo, limpeza, alimentação, animal em via pública, animal preso em corrente) entre outros fatores que podem caracterizar o crime de maus-tratos.

Os animais vítimas dessas situações são resgatados, encaminhados para tratamento clínico e depois de curados e castrados, são encaminhados para adoção responsável e monitorados pela ONG durante todo seu ciclo de vida.

Infelizmente, alguns animais vem a óbito após serem resgatados e ao receber os primeiros atendimentos. A ONG Spaddes atende a cidade de Marília, Vera Cruz, Garça e o Distrito de Jafa.

"Não é fácil o trabalho da nossa ONG, mas com o apoio das Polícias Civil e Militar, autoridades, médicos veterinários e voluntários, seguimos com esta missão de proteger e livrar animais de maus-tratos na posse de pessoas irresponsáveis", disse o presidente da entidade, Gabriel Fernando ao JORNAL DO POVO.




35 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page