top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

ONG Spaddes resgata filhote de cachorro em situação de maus-tratos e o dono acaba preso


Na noite desta quarta-feira (7), a ONG Spaddes (proteção animal), de Marília, resgatou um filhote de cachorro que estava em situação de maus-tratos tratos em uma residência localizada na Rua Jovelino Moisés, Bairro Salgueiro, em Garça.

Após denúncia anônima informando que no local dos fatos teria um animal em situação de maus-tratos, a equipe da ONG, que desenvolve excelente trabalho, se deslocou até lá para averiguar a denúncia.

No local foi localizado um homem que informou que era proprietário do imóvel e responsável pelo animal. Porém, após a equipe não encontrar o animal na residência, ele informou que tinha doado o filhote para uma mulher que morava ali próximo.

A equipe não satisfeita com a resposta do homem, decidiu colher mais informações e conseguiu fazer contato com a tal adotante do animal, a qual negou que teria pegado o filhote, que se quer conhecia ou falava com o acusado.

Mais tarde, a equipe recebeu a informação que o animalzinho teria sido retirado da rua naquele momento por uma vizinha da residência do acusado.

A equipe conseguiu localizar o filhote que estava em situação de maus-tratos, e no momento o acusado estava sentado em via pública de frente com a sua residência, onde foi abordado pela equipe da ONG e recebeu voz de prisão. A Polícia Militar foi acionada e esteve no local.

Na casa do acusado não tinha água e alimento disponíveis para o animalzinho, o animal está caquético, infestado de pulgas, desnutrido e com sarna. O médico veterinário Dr. Ariadno Turatti esteve no local e atestou o maus-tratos.

O acusado foi encaminhado pela Polícia Militar até CPJ em Marília, onde foi apresentado para o delegado do plantão, dr. Adriano Marreiro, que ouviu todas as partes, inclusive viu pessoalmente o animal na delegacia e decidiu fazer a lavratura do auto de prisão em flagrante do acusado.

O animal foi colocado aos cuidados da ONG Spaddes e será encaminhado para tratamento clínico e futuramente quando estiver saudável será encaminhado para adoção responsável.



91 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page