top of page
Buscar
  • Por Adilson de Lucca

Pacientes reclamam de filas, descaso e falta de remédios na Farmácia Medex. Estado culpa ministério


Pacientes reclamam de atrasos na liberação de medicamentos de alto custo na Farmácia Medex (órgão do Governo do Estado) em Marília, que fornece gratuitamente medicamentos de alto custo.

É o caso da paciente Ivonete Bazzo, que foi buscar o medicamento upadacitinibe (Rinvoc®), mas recebeu apenas a informação que não havia no estoque nem prazo para regularização.

"Um descaso do governo com quem necessita desse recurso", afirma Ivonete, que desde 2009 trata de artrite reumatóide, doença autoimune que causa dores intensas nas articulações. Uma irmã dela enfrenta o mesmo problema e também aguarda pelo medicamwento.

SEM RESPOSTA

O JP encaminhou a demanda para a secretaria estadual da Saúde (via e-mail), mas ainda não obteve retorno.

R$ 6.700,00 A CAIXA PARA 30 DIAS

O medicamento upadacitinibe (Rinvoc®), depois de passar por diversos tratamentos, chegou ao Brasil, em julho de 2022 e está disponível nas farmácias de alto custo de todo o Brasil. Um medicamento oral que é administrado através de uma dose diária para o tratamento de pacientes adultos com artrite reumatoide ativa moderada a grave, que não responderam adequadamente, ou que foram intolerantes a uma ou mais drogas antirreumáticas modificadoras do curso da doença (DMARDs), incluindo ineficácia à medicamentos imunobiológicos.

Uma caixa desse medicamento custa, no seu menor valor anunciado, R$ 6.700,00, para apenas 30 dias de uso.

ESTADO CULPA O GOVERNO FEDERAL

A Secretaria de Estado da Saúde encaminhou Nota ao JORNAL DO POVO informando que a Farmácia de Medicamentos Especializados (FME/Medex) de Marília informa que o medicamento Upadacitinibe é adquirido e distribuído aos estados pelo Ministério da Saúde (MS).

Neste segundo trimestre, houve um atraso na entrega do item, por isso o Ministério está sendo cobrado quanto à celeridade na entrega do medicamento. Assim que receber o item, a distribuição será realizada para os municípios".

Atenciosamente,

Secretaria de Estado da Saúde


LONGAS FILAS E TRANSTORNOS

Outra situação deplorável na Farmácia Medex em Marília, que vem de há muito tempo conforme já mostrado várias vezes pelo JORNAL DO POVO, são as longas filas e acúmulo de pacientes e seus familiares e busca de medicamentos de alto custo na Farmácia Medex, que funciona num cubículo nos fundos da Direção Regional de Saúde (DIR) na Rua XV de Novembro. na região central de Marília.

Descaso, tortura e sérios riscos à saúde pública. Idosos, principalmente, estão enfrentam drama para tentar conseguir remédios de alto custo na Medex.

Sem estrutura, pessoas que necessitam dos medicamentos de alto custo enfrentam longas filas sob sol ou chuva. Pior: não estão conseguindo os remédios. Os poucos funcionários do órgão tentam amenizar esses dramas e sofrimentos, mas o sistema ultrapassado e largado sob o descaso pelo Governo limita qualquer esforço.




147 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page