top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Pedágios, buracos e relaxo na BR-153 revoltam usuários


Usuários da BR-153 (Rodovia Transbrasiliana) nos acessos e saídas de Marília estão revoltados com o péssimo estado de conservação da rodovia. Asfalto ondulado com vários desníveis, acostamentos mal-conservados e buracos nas pistas são as principais reclamações. Além da falta de zeladoria, como por exemplo "ressolados" de pneus de caminhões caídos nas pistas.

Os usuários reclamam principalmente pelo fato da Concessionária Triunfo/Transbrasiliana cobrar altas tarifas de pedágios (quase R$ 10 por praça) e não fazer ao menos a manutenção da rodovia. Um relaxo!

Caminhão que vem do Sul para o Norte do país, por exemplo, pela BR-153, dependendo da quantidade de eixos, paga cerca de R$ 80 no pedágio entre Marília e Lupércio, R$ 80 no pedágio da SP-333 (saída Marília para Lins) mais quase R$ 80 em Lins.

PREFEITURA FATURA BEM COM PEDÁGIOS

Este ano, a Prefeitura de Marília recebeu R$ 826,9 mil de ISS preveniente de repasses de arrecadação de pedágios durante 2021 no trecho paulista da BR-153. A Triunfo/Transbrasiliana rateou R$ 9,2 milhões entre 22 municípios lindeiros (que têm áreas próximas às praças de pedágios). Cada município pode gastar o dinheiro como quiser.

No percurso entre Marília e Ocauçu, por exemplo, no trecho da serra não tem a terceira faixa.

"Uma porcaria... pagamos caro e não temos um serviço adequado... enquanto não nos mobilizar e fechar aquele pedágio com manifestação pedindo as melhorias na pista... eles não vão sentir no bolso e não vão fazer nada... ou algum advogado advogado deveria entrar com uma ação pedindo melhorias na pista....infelizmente pagamos caro e somos tratados como idiotas", comentou um usuário da estrada em rede social.









60 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page