top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Piloto e co-piloto morreram na queda e explosão de helicóptero no interior de São Paulo


Piloto e copiloto morreram após a queda de um helicóptero na noite desta quarta-feira (3), em São Carlos.

Luiz Ricardo Lazarini, 47 e Eber Carvalho Guilhen, 46, eram pilotos privados devidamente registrados junto a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e haviam realizado o transporte de quatro tripulantes da Agrishow em Ribeirão Preto até a empresa Siltomac em São Carlos. No momento do acidente, eles estavam retornando para Ribeirão, com o objetivo de buscar mais passageiros, dentre eles o sócio da empresa.

Em seguida a aeronave pegou fogo e ficou completamente queimada. Os corpos que foram arremessados cerca de 7 metros de distância ficaram parcialmente carbonizados. 

Funcionários da fazenda relataram que antes da queda ouviram barulho da aeronave que estava sobrevoando baixo e em seguida escutaram estouros, ocorrendo a queda e explosão na sequência. 

A Polícia Científica compareceu no local e realizou a perícia. Um celular e duas carteiras foram recolhidos pelos peritos. 

O delegado Gilberto de Aquino comunicou o fato ao Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA IV), que orientou que o local permanecesse isolado até a manhã desta quinta-feira (4), quando uma nova perícia deve ser realizada pelo órgão.

No plantão policial compareceu o proprietário da empresa Siltomac e do helicóptero prefixo PR-HRC, informando que irá providenciar e apresentar toda documentação da aeronave. Segundo ele, o helicóptero passou por revisão e assistência técnica há cerca de 15 dias e foi adquirido há aproximadamente 8 meses. 

Os corpos que foram reconhecidos pelos cunhados e encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de São Carlos e ainda não há o horário do velório e sepultamento. 

(Fonte: São Carlos Agora)



77 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page