top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

PM envolvido em acidente durante perseguição a motociclista segue internado no H.C


Segue internado no Hospital das Clínicas de Marília o cabo PM Sérgio, de 49 anos, da equipe de trânsito da Policia Militar. Ele sofreu fratura na clavícula, em várias costelas e perfurou o pulmão em acidente na noite do domingo (6).

Conforme o Boletim de Ocorrência, o policial e outro companheiro de farda realizavam fiscalização de trânsito pela Rua Dr. Manhães, Parque São Jorge, na Zona Sul de Marília, por volta das 20h, quando Felipe Pereira de Souza, de 22 anos, conduzindo uma motocicleta Honda XRE 330, preta, ano 2016, "furou" o bloqueio e evadiu-se.

Os policiais iniciaram a perseguição, que adentrou a Rodovia do Contorno e cruzou toda a cidade até o Bairro Santa Antonieta, na Zona Norte, onde houve, após várias vias públicas, na Rua Maria Francisca Camargo, houve uma colisão entre a motocicleta perseguida e a motocicleta do cabo PM Sérgio, uma Honda XRE 300 ABS, branca, ano 2019.

Os militares relataram no B.O que, na tentativa de se desvencilhar da viatura, o acusado teria "jogado" a moto que conduzia contra a motocicleta do policial. Com o choque, os dois caíram e ainda atingiram veículoVW Fox, que estava estacionado no local.

O rapaz que empreendia fuga e o PM foram socorridos à UPA da Zona Norte. O acusado foi atendido e liberado, enquanto o policial permaneceu em atendimento e em seguida foi transferido para o Hospital das Clínicas.

A motocicleta conduzida por Felipe, estava com o licenciamento vencido e foi recolhida. Ele não era habilitado. Foi ouvido pelo delegado plantonista na CPJ e confirmou não ter habilitação, mas era dono da motocicleta.

Relatou que, por volta das 19h30, saiu da casa da namorada para ir embora, quando em dado momento, viu a blitz da PM e lhe foi dado sinal de parada, o qual não foi obedecido.

O acusado alegou que durante a fuga freou a moto, o policial que lhe perseguia colidiu na traseira e os dois caíram. O rapaz salientou em depoimento que não jogou o veículo contra a motocicleta da PM e que foi tudo muito rápido.

O Boletim de Ocorrência foi elaborado como lesão corporal culposa na direção de veículo automotor, dirigir sem permissão ou habilitação e por trafegar em velocidade incompatível. Felipe foi liberado e o caso aguarda apresentação do laudo pericial realizado pela Polícia Científica no local do acidente.



108 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page