top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

PM flagra "peixes grandes" em mansão recheada de drogas e dinheiro no Jardim Aquarius



Diante de denúncia anônima sobre intenso tráfico de drogas ocorrendo em uma mansão no Jardim Aquarius, bairro de classe alta na Zona Norte de Marília, e que se tratavam dos mesmos indivíduos que comercializavam drogas nas festas do Campus Universitários, a Polícia Militar, em ação rápida e eficiente, desencadeou operação para coibir a prática criminosa, no início da noite desta terça-feira (19).

Em uma casa na Rua das Traíras, equipes de Força Tática e ROCAM presenciaram um indivíduo saindo e caminhando na direção de um veículo que havia parado do outro lado da rua.

Ao perceberem a aproximação das viaturas, o veículo se evadiu, mas o indivíduo que saia da casa foi abordado. Na busca pessoal foi localizado com ele seis comprimidos de “ecstasy”.

O abordado negou que comercializava drogas, mas franqueou a entrada das equipes no interior da residência para averiguação da denúncia, onde mais quatro pessoas foram abordadas.

Na casa havia quatro dormitórios. No primeiro dormitório do abordado havia quatro porções de maconha, sendo uma grande e duas pequenas, quatro porções de “cristais de MD”, quatro porções de cocaína, três porções de haxixe, uma balança de precisão e a quantia de R$150,00 em dinheiro, alegando que vendia as drogas em festas e para pessoas que pediam para ele.

No segundo dormitório foram encontrados 2 tijolos de maconha, 2 porções de haxixe em cima de uma cômoda, 1 pacote com “cogumelos alucinógenos”, um caderno com anotações sobre a venda de drogas, R$1.220,65 em dinheiro, um rolo de plástico filme, um simulacro de pistola, uma balança de precisão, uma faca tipo cutelo e um alicate; na carteira do dono do quarto havia 4 comprimidos de "ecstasy".

O rapaz, que não teve a identidade revelada, alegou que estava guardando a maconha para um traficante da Zona Sul de Marília e que receberia R$ 500,00 para isso, que os apetrechos para pesar, cortar e embalar as drogas pertenciam ao primeiro abordado e as demais drogas encontradas seriam para uso pessoal.

No terceiro dormitório estava um casal, onde foram localizados um saco grande com maconha fracionada, nove embalagens com vários micropontos de LSD, seis porções de haxixe, três comprimidos de "ecstasy" e uma balança de precisão.

Na carteira do indivíduo que estava no quarto foram localizados R$ 1.347,00 em notas diversas. Ele alegou ele não era o dono do quarto e que as drogas pertenciam ao dono do dormitório, que não se encontrava na casa naquele momento da ação policial, mas que as drogas localizadas seriam dele. A mulher alegou que estava ficando na casa há cerca de 15 dias. No momento da abordagem as drogas estavam às vistas do casal.

No quarto dormitório foi encontrada uma porção de maconha fracionada e indivíduo que estava no local alegou que a droga seria para uso pessoal.

Nos outros cômodos da casa, após vistoria com o apoio da equipe de cães policiais, nada de ilícito foi encontrado.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão a todos pelo crime de tráfico de drogas e encaminhados à Central de Polícia Judiciária de Marília, onde o delegado plantonista, após tomar ciência do ocorrido e ouvir as partes envolvidas, elaborou o flagrante de tráfico de drogas e associação para o tráfico, permanecendo todos presos e à disposição da justiça.

Total da apreensão de drogas no local: 9 embalagens com vários micropontos de LSD, pesando 0,012 gramas; 4 porções de cocaína, pesando 0,012 gramas; 11 porções de haxixe, pesando 0,156 gramas; uma porção de cogumelos, pesando 0,010 gramas; 21 comprimidos de ecstasy, pesando 0,018 gramas; 9 porções de maconha, pesando 2,155 Kg e 4 porções de cristais de MD, pesando 0,011 gramas.




282 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page