Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Polícia Civil desmantela casa de prostituição em Marília


Após trabalhos de investigação, a Polícia Civil de Marília desmantelou na tarde desta sexta-feira (5) uma casa de prostituição que funcionava na Rua Bassan, entre as Ruas João Francisco Sornas e José Clemente Ferreira, na Zona Oeste de Marília.

Uma equipe comandada pelo delegado coordenador da CPJ, dr. José Carlos Costa, com o delegado dr. Cléber Pinha Alonso (Setor de Investigações Gerais), flagrou as atividades do prostíbulo por volta das 15h.

Foram abordadas três moças no local, sendo que uma delas estava com um freguês em um dos quartos. Os preços dos programas, de acordo com a polícia, variava de acordo com cada mulher. Havia anúncios da casa de prostituição em um site especializado na internet.


Dr. José Carlos Costa, delegado coordenador da CPJ, comandou os trabalhos

A gerente da casa de prostituição, que reside em Bauru, não estava na casa no momento da ação policial, mas um celular dela foi apreendido para investigação

Também foram apreendidos vários outros celulares, caderno com anotações sobre programas, três máquinas de cartões de crédito, três porções de maconha e um cigarro com a droga.

Os responsáveis pelo prostíbulo serão indiciados com base no Artigo 229 do CPP (“Manter, por conta própria ou de terceiro, casa de prostituição ou lugar destinado a encontros para fim libidinoso, haja ou não, intuito de lucro ou mediação direta do proprietário ou gerente: Pena – reclusão, de dois a cinco anos, e multa”) com pena de 2 a 5 anos de reclusão.





271 visualizações0 comentário