Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Polícia prende na região mulher que dava golpes com "produtos vencidos" em supermercados


Após golpes que podem ter chegado a R$ 20 mil, policiais civis de Lins identificaram uma mulher que praticava crimes de estelionato reiterados em supermercados, utilizando sua filha, menor de idade, para ajudar na empreitada delituosa.

O crime consistia em retirar das prateleiras produtos prestes a vencer e ocultá-los em gôndolas de outro setor. Ela, inclusive, organiza os produtos da frente das gôndolas para que as mercadorias prestes a vencer não sejam localizadas.

Dias depois, após a chegada do vencimento, a mulher retornava ao supermercado e os apanhava, passava pelo caixa. Depois, reclamava que o produto estava vencido, fazendo com que o mercado lhe entregasse outro da mesma marca, ficando a golpista com ambos.

Também era prática recorrente ela “garimpar” o mercado em busca de mercadorias com data de validade alterável ou suprimível, de modo que, após passar pelo caixa, reclamava e exigia novo produto.

Desde 2011 um acordo entre o Procon e a Associação Paulista de Supermercados de SP (Apas) garante ao consumidor que encontrar à venda um produto com validade expirada a troca pelo mesmo item, de graça.

As equipes da Policial Civil foram à casa da mulher e deram cumprimento a mandado de busca e apreensão, encontrando inúmeras mercadorias (gêneros alimentícios) oriundos do golpe.

Segundo os investigadores, ainda não foi possível estimar o prejuízo, no entanto, sabe-se que existe supermercado da cidade que suportou rombo da ordem de R$ 20 mil só neste ano.




0 visualização0 comentário