Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Prefeitura e Associação dos Servidores Municipais iniciam proteção de nascente na Zona Oeste


A ação objetiva proteger nascente localizada na Av. José Nogueira da Silva Júnior, Jardim Polyana, preservando este importante recurso hídrico para as futuras gerações

A Prefeitura de Marília e a ASPMM (Associação dos Servidores Públicos Municipais de Marília) iniciaram a recuperação e proteção da nascente existente em área localizada em frente à sede do clube campestre. A ação objetiva proteger a nascente localizada na Av. José Nogueira da Silva Júnior, no Jardim Polyana, zona oeste da cidade, preservando este importante recurso hídrico para as futuras gerações. A parceria visa proteger o olho d’água e recuperar a mata ciliar, evitando a morte da nascente, que vem sendo assoreada pelo pisoteio causado por animais de grande porte. Cassiano Rodrigues Leite, chefe do Meio Ambiente e coordenador do Projeto Nascentes, destaca a importância da parceria realizada com a ASPMM.

“Temos 1.448 nascentes identificadas em nosso município. Estamos visitando e monitorando uma a uma, mas, quando recebemos convites para intervenções preservacionistas através de parcerias, aceleramos o cronograma das ações, onde, desta forma, avançamos rapidamente na preservação deste importante recurso, essencial à existência de vida no planeta. Marília é rica em nascentes e com este projeto, juntamente com outros que estamos desenvolvendo, através do plantio de árvores, coleta seletiva e segurança alimentar, deixaremos um meio ambiente equilibrado e saudável para a atual e futuras gerações”, afirmou Cassiano.

Joel Rocha, presidente da ASPMM, agradeceu o rápido atendimento à solicitação realizada para preservação da nascente e incentiva outras associações e empresários a apoiarem este projeto que coloca Marília em destaque no Estado de São Paulo quanto à preservação dos recursos hídricos: “Após a abertura e pavimentação da Avenida José Nogueira da Silva Júnior, local onde está estabelecida nossa sede campestre, percebemos que a nascente existente ficou exposta, sob riscos de assoreamento, principalmente por haver animais de grande porte, como equinos e bovinos, utilizando o local para dessedentação. Os proprietários destes animais precisam entender que a invasão de uma área de preservação é crime ambiental e devem cuidar de suas criações em espaço apropriado, para que as espécies tenham um tratamento adequado, e principalmente, não degradem a vegetação e o olho d’água destas áreas, que são essenciais para o abastecimento dos nossos rios. Agradecemos ao secretário Vanderlei Dolce e ao prefeito Daniel Alonso, que prontamente atenderam nossa solicitação para esta parceria que está protegendo uma grande nascente praticamente no coração da cidade. Esperamos que empresas e demais associações participem desta ação que está melhorando consideravelmente a qualidade de vida em nosso município”, disse Joel Rocha. Participam da ação, além da ASPMM, a Secretaria do Meio Ambiente e de Limpeza Pública e a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, com apoio da Polícia Militar Ambiental




203 visualizações0 comentário