Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Prefeitura estende até quinta-feira a vacinação de pessoas com 18 anos ou mais com comorbidades


Ações serão realizadas também na quinta e sexta-feira, dias 10 e 11 de junho, no ginásio de esportes da Unimar, das 17h às 20h


A Prefeitura de Marília, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, vai ampliar em mais dois dias a ação de vacinação contra a Covid-19 em pessoas com 18 anos ou mais com comorbidades. A vacinação para esse grupo prioritário, que começou na segunda (7), prosseguiu na terça e também acontecerá nesta quarta-feira, dia 9, também irá acontecer na quinta-feira, dia 10, e na sexta-feira, dia 11, das 17h às 20h, no ginásio de esportes da Unimar (Universidade de Marília), com a disponibilização de 900 doses por dia da vacina Astrazeneca/Fiocruz. O objetivo é diminuir a ocupação de leitos de enfermaria e UTI e frear a curva de contaminação do vírus, finalizando desta forma o grupo de comorbidades, como já aconteceu com o grupo dos idosos com 60 anos e mais. “Devido à grande procura, com o agendamento se esgotando em pouco tempo, decidimos ampliar em mais dois dias essa vacinação para pessoas de 18 anos e mais com comorbidades. Desta forma, quem não conseguiu agendar para segunda, terça e quarta, terá mais dois dias para fazer o agendamento e, consequentemente, se vacinar”, disse o prefeito Daniel Alonso.

COMO FAZER O CADASTRO? Para ser imunizado haverá a necessidade de um agendamento de horário prévio através do link: servicos.marilia.sp.gov.br/agendamento que funcionará da seguinte forma: - Para a vacinação do dia 10/06 o link estará disponível nesta quinta-feira (10), às 9h. - Para a vacinação do dia 11/06 o link estará disponível nesta sexta-feira (11), às 9h. QUAIS SÃO OS DOCUMENTOS OBRIGATÓRIOS? No dia da vacinação será obrigatório apresentar documentos para a comprovação dessas comorbidades, que são eles: exames, receitas, relatório médico ou prescrição médica, desde que conste o CRM do (a) médico (a), atualizado a partir de maio de 2020. "Será obrigatória a apresentação de um documento com foto e o comprovante de agendamento de horário (impresso ou pelo celular), sendo que não será permitida a entrada de crianças no local de vacinação" disse o secretário Municipal da Saúde, Cassio Luiz Pinto Junior. É importante lembrar ainda que as pessoas que receberam a vacina Influenza com menos de 14 dias, tiveram Covid Positivo ou Dengue com até 28 dias, não poderão receber a vacina contra a Covid-19, sendo que devem aguardar os dias necessários para a vacinação. QUAIS SÃO AS COMORBIDADES DE ACORDO COM O PLANO ESTADUAL? - Diabetes mellitus - Qualquer indivíduo com diabetes. -Pneumopatias crônicas graves - Indivíduos com pneumopatias graves, incluindo doença pulmonar obstrutiva crônica, fibroses pulmonares, pneumoconioses, displasia broncopulmonar e asma grave (uso recorrente de corticoides sistêmicos, internação prévia por crise asmática). - Hipertensão Arterial Sistêmica (Hipertensos, mesmo fazendo o uso de apenas um medicamento, receberá a vacina) QUAIS SÃO AS DOENÇAS CARDIOVASCULARES? -Insuficiência cardíaca (IC) - IC com fração de ejeção reduzida, intermediária ou preservada; em estágios B, C ou D, independente de classe funcional da New York Heart Association. - Cor-pulmonale e Hipertenção pulmonar - Cor-pulmonale crônico, hipertenção pulmonar primária ou secundária. -Cardiopatia hipertensiva - Cardiopatia hipertensiva (hipertrofia ventricular esquerda ou dilatação, sobrecarga atrial e ventricular, disfunção diastólica e/ou sistólica, lesões em outros órgãos-alvo). -Síndromes coronarianas - Síndrome coronarianas crônicas (Angina Pectoris estável, cardiopatia isquêmica, pós infarto Agudo do Miocárdio, outras). -Valvopatias - Lesões valvares com repercussão hemodinâmica ou sintomática ou com comprometimento miocárdico (estenose ou insuficiência aórtica; estenose ou insuficiência mitral; estenose ou insuficiência pulmonar; estenose ou insuficiência tricúspide, e outras). -Miocardiopatias e Pericardiopatias - Miocardiopatias de quaisquer etiologias ou fenótipos; pericardite crônica; cardiopatia reumática. -Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas - Aneurismas, dissecções, hematomas da aorta e demais grandes vasos. -Arritmias cardíacas - Arritmias cardíacas com importância clínica e/ou cardiopatia associada (fibrilação e flutter atriais; e outras). -Cardiopatias congênitas no adulto - Cardiopatias congênitas com repercusão hemodinâmica, crises hipoxêmicas; insuficiência cardíaca; arritmias; comprometimento miocárdico. -Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados - Portadores de próteses valvares biológicas ou mecânicas; e dispositivos cardíacos implantados (marca-passos, cardio desfibriladores, ressincronizadores, assistência circulatória de média e longa permanência. -Doença cerebrovascular - Acidente vascular cerebral isquêmico ou hemorrárigo; ataque isquêmico transitório; demência vascular. - Indivíduos transplantados de órgãos sólidos ou medula óssea; pessoas vivendo com HIV; doenças inflamatórias imunomediadas em atividade; indivíduos em uso de imunossupressores ou com imunodeficiência primária; pacientes oncológicos e neoplasias hematológicas hematológicas -Hemoglobinopatias graves - Doença falciforme e talassemia maior -Obesidade mórbida - Índice de Massa Corpórea (IMC) >= 40 -Cirrose hepática - Cirrose hepática Child-Pugh A, B ou C. Para tornar o atendimento mais rápido nos locais de vacinação no dia da 1ª Dose, a prefeitura pede para que as pessoas façam um pré-cadastro no site www.vacinaja.sp.gov.br. Vale ressaltar que não é um agendamento e o preenchimento não é obrigatório para receber a vacina, mas contribui para melhorar a dinâmica dos serviços e a rotina do próprio cidadão na hora da vacinação. CAMPANHA VACINA CONTRA A FOME Participe da campanha: Vacina Contra a Fome, e ajude na luta contra um outro "vírus" que também é extremamente perigoso e afeta muita gente. Quando chegar a sua vez de se vacinar contra a COVID-19, leve qualquer alimento da cesta básica, no próprio posto de vacinação. O objetivo da campanha é beneficiar famílias vulneráveis e com déficit nutricional durante o enfrentamento da pandemia do coronavírus. A coordenação da Campanha em Marília é comandada pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social e tem o apoio do Fundo Social de Solidariedade. Em cada local de vacinação haverá uma caixa identificada para a doação. Todo alimento arrecadado será entregue às entidades sociais cadastradas pelo Fundo Social. A doação não é obrigatória, mas os alimentos não perecíveis vão ajudar a quem mais precisa nesse momento em que a generosidade é essencial.

57 visualizações0 comentário