Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Professor com doença rara, residente em Sertãozinho, se apaixona pelo MAC e ganha camisa do Clube


Após uma bonita ação, o Marília ganhou um novo torcedor. Trata-se do professor de educação física Marcelo Lozano Lopes, um morador de Sertãozinho, uma cidade localizada a mais de 250 quilômetros da sede do MAC.

Mas afinal, qual seria a ligação de Marcelo com o clube, levando em consideração, inclusive, que o Tigre enfrentou (e venceu) o Sertãozinho na Copa Paulista deste ano, ajudando indiretamente a eliminar o clube de sua cidade. A resposta é simples: a empatia do MAC para com a sua causa.

Diagnosticado com o Linfoma de Hodgkin, uma espécie de câncer que se dissemina rapidamente pelo corpo, Marcelo encontrou no Marília um ombro amigo na luta contra a doença.

Em processo de remissão, o professor segue com o tratamento – tanto da quimioterapia quanto de um recente transplante de medula óssea e acabou se identificando com o clube por uma questão familiar.

“Nesse ano, o Marília disputou a Copa Paulista, inclusive disputou jogos contra os times da região. O Sertãozinho, que é da cidade onde moro, o Comercial-SP, o Botafogo-SP, e por ser o Marília o time da cidade da minha mãe, acompanhei desde a fase de grupos. Não pude estar presente no estádio, pois meu sistema imunológico é frágil, mas fui acompanhando pela internet”, conta.

“Em uma postagem no Instagram do clube, mandei uma mensagem pedindo uma camisa e a diretoria me respondeu. Eles acharam legal a história e foi uma honra ter recebido a mensagem deles. Fiquei super feliz quando me levaram a camisa. Foi muito legal”, completa Marcelo.

O professor, então, recebeu o presente em mãos e, devido à atenção recebida, tornou-se um maqueano de coração.

“Agora o Marília sabe que terá um torcedor que vai acompanhar o time para o resto da vida. Vou passar essa história para os meus familiares futuros, quem sabe um filho, um sobrinho, para eu passar adiante esse amor pelo time da cidade da minha mãe”.



26 visualizações0 comentário