top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Professor de jiu-jítsu assedia e dá chaveiro em forma de pênis para aluna de 14 anos


Um professor de jiu-jitsu é investigado pela polícia por importunar sexualmente uma de suas alunas, de 14 anos, em Assis, após trocas de mensagens de cunho sexual e envio de um chaveiro que simula um pênis. O caso foi registrado na Delegacia da Defesa da Mulher (DDM) da cidade.

De acordo com a denúncia, a adolescente treina jiu-jitsu há dois anos com o professor, mas nas últimas semanas, ele começou a elogiá-la e propor encontros, com frases como “você é linda”, “você é a mais top”, “se eu fosse menor, te levaria para tomar açaí”.

Ainda no depoimento à polícia, a garota contou que, após uma das aulas, o professor teria colocado um objeto dentro da sua bolsa e a instruído para que só olhasse quando chegasse em casa. Quando viu o objeto, a adolescente afirma que se tratava de um chaveiro em formato de pênis.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, além da mudança no teor das mensagens, o treinador passou a pedir fotos do corpo dela para ele "avaliá-la como homem", o que a menor teria se negado a fazer.

Em uma dessas ocasiões, o professor enviou uma foto de visualização única para ela com a tela toda preta. Ao ser indagado, o treinador disse que era "ele" e, depois, perguntado se a menina tinha curiosidade.

O conteúdo da conversa entre os dois foi visualizado pelo pai da adolescente, que a levou para prestar queixa na Delegacia de Defesa da Mulher e denunciar o caso, que está sendo investigado através de inquérito.


431 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page