Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Projeto de Rogerinho obriga atendimento presencial nos bancos. Procon será acionado contra os abusos


Deve ser sancionado nos próximos dias projeto de lei do vereador Rogerinho (PP), que obriga as agências bancárias em Marília a manter caixas presenciais de atendimento aos clientes e usuários.

"Muitas agências aqui na cidade obrigam os usuários a usar os caixas eletrônicos e de forma absurda impedem o acesso de quem precisa ir a um caixa presencial para descontar um cheque, pagar contas, fazer transferências e outros serviços, por exemplo", explicou o vereador.

Rogerinho lembrou que norma do Banco Central determina que os bancos, mesmo com caixas de autoatendimento, devem manter os caixas presenciais.

"Ocorre que os banqueiros querem menos funcionários e os poucos que têm em serviços mais rentáveis. Isso é um abuso, pessoas sendo barradas nas portas de acesso ao setor de caixas físicos".

O vereador pretende acionar também o Procon de Marília, que desenvolve um bom trabalho, para atuar nesse sentido e ajudar a coibir esses abusos. "As agências bancárias prestam serviços aos consumidor. Os cheques, por exemplo, são uma ordem de pagamento dos clientes aos bancos e eles se recusam a pagar os cheques nos caixas presenciais. Flagrante abuso e crime contra os consumidores", avalia Rogerinho. Também deverá ser acionada a Promotoria Pública de Defesa dos Direitos do Consumidor.




44 visualizações0 comentário