Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Rapaz bate carro que diz ter furtado para chegar ao trabalho após perder a hora e carona


Flagrado pela Polícia Rodoviária Estadual à beira da estrada, após bater um veículo que havia furtado, um rapaz de 22 anos (que não teve a identidade revelada) disse que havia praticado o crime para chegar ao local de trabalho, depois de levantar tarde e perder a carona de um amigo.

O acidente foi na Rodovia Marechal Rondon (SP-300), nas proximidades de Pirajuí. Policiais rodoviários encontraram o veículo acidentado no quilômetro 391 da rodovia, onde se chocou contra uma defensa metálica. Não havia ninguém no local do acidente. Cerca de um quilômetro à frente do local da batida, a Polícia Rodoviária abordou o rapaz de 22 anos andando a pé pelo acostamento, no sentido interior - capital, carregando um capacete nas mãos. Questionado, o jovem afirmou que se encaminhava para o seu local de trabalho e que utilizaria o capacete para pegar uma carona de moto com um amigo ao fim do dia. Na revista pessoal ao jovem, porém, os policiais encontraram escondidas dentro do capacete duas chaves, sendo uma dela do tipo micha, um equipamento geralmente usado por ladrões para abrir qualquer tipo de fechadura. O cara de pau disse que depois do expediente abandonaria o carro furtado.



133 visualizações0 comentário