Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Rezende visita projetos de reflorestamento e desenvolvimento sustentável


Visita teve por objetivo verificar o desenvolvimento dos projetos e estudar formas de apoiar o crescimento para promoção da educação ambiental através de visitação monitorada

Nesta terça-feira (9), o vice-prefeito Cícero do Ceasa e o presidente da Câmara Municipal, Marcos Rezende, juntamente com o gestor ambiental Cassiano Rodrigues Leite e o interlocutor do Programa Município Verde Azul, Leandro Silva Rodrigues, realizaram visita técnica aos projetos AgroFloresta e Doce Futuro. Esses projetos estão recuperando uma área degradada com 56 mil m², promovendo o reflorestamento com técnicas que garantirão a segurança alimentar e preservação das abelhas sem ferrão, através da meliponicultura.

A visita teve por objetivo verificar o desenvolvimento dos projetos e estudar formas de apoiar o crescimento para promoção da educação ambiental através de visitação monitorada. Cícero do Ceasa relata sobre a importância dos projetos para a cidade: “Estes trabalhos estão apresentando à população, além da segurança alimentar e preservação do meio ambiente, a oportunidade para desenvolver a educação ambiental sobre diversos temas, como o fim das queimadas, dos descartes incorretos do lixo, da contaminação do solo e da água, permitindo o equilíbrio ambiental através da produção de culturas variadas sem uso de agrotóxicos”. Rezende destaca a importância da participação popular em harmonia com o pode público, para que a cidade alcance plenamente seu desenvolvimento sustentável. “Estamos acompanhando o avanço sustentável em nosso município, e estes projetos que visitamos hoje demonstram a importância da participação popular em ações que tragam benefícios ambientais. Algumas simples atitudes, como não descartar lixos em terrenos vagos, ou não atear fogo no mato, contribuem muito para o desenvolvimento sadio do ecossistema. Alguns cidadãos de bem, como encontramos aqui nestes projetos, estão indo além e plantando árvores, flores e alimentos, recuperando áreas degradadas e melhorando a qualidade de vida da população. Isso nos mostra o quanto o mariliense entendeu que o meio ambiente precisa de todos trabalhando juntos para termos a garantia de saúde e equilíbrio ambiental tanto para a nossa, quanto para as futuras gerações”, disse o presidente da Câmara.



240 visualizações0 comentário