Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Rogerinho projeta retomar obras do Ribeirão dos Índios, mais poços profundos e descarta privatização


O vereador Rogerinho (PP), que vai assumir a presidência do Daem a partir da próxima semana, disse ao JORNAL DO POVO que tem como projetos concluir as obras do Ribeirão dos Índios, paralisadas há cerca de 20 anos na Zona Norte de Marília, perfurar dois poços profundos, um na região do Distrito de Lácio (abrangendo as Zonas Leste e Sul) e outro na região dos Bairros Maracá, Montana e outros.

Ele também tem como metas concluir as interligações das obras do esgoto nas regiões Norte e Leste de Marília. "São projetos que já têm um pré-encaminhamento, inclusive no sentido de apoio estrutural", disse Rogerinho, referindo-se ao ministro chefe da Casa Civil do Governo Federal, Ciro Nogueira, que é presidente nacional do PP.

"O PP vem se fortalecendo bem e temos contatos diretos com Ciro Nogueira. Como chefe da Casa Civil, ele tem a caneta e vamos fortalecer esse apoio em benefício de Marília", comentou Rogerinho.

O PP se fortalece com o comando do Daem e expande seus tentáculos, somando-se à duas cadeiras na Câmara Municipal (Rogerinho, que se licencia e Élio Ajeka), além do suplente João do Bar, que vai assumir a vaga. A estrutura do gabinete de Rogerinho no Legislativo não vai mudar, seguindo os mesmos assessores parlamentares.

RELAÇÕES POLÍTICAS

Sobre o fato do PP local ter integrado a coligação do ex-prefeito Abelardo Camarinha (Podemos), derrotado pelo atual prefeito reeleito Daniel Alonso (PSDB), nas eleições do ano passado, Rogerinho disse que foi conjuntura política eleitoral.

"O PP tem bom diálogo com todos os demais partidos. Inclusive, recebemos convite do então candidato à reeleição, Daniel Alonso, para integrar a vaga de vice dele, mas como já havia um compromisso com o Podemos nesse sentido (Paulo Alves foi o candidato a vice de Camarinha), o partido se manteve na coligação", explicou Rogerinho.

Em relação aos permanentes projetos de privatização do Daem, que rondam os bastidores políticos desde o início da atual gestão, Rogerinho disse que "no momento não nenhuma sinalização nesse sentido. Nosso foco é reestruturar o Departamento e reforçar o sistema de abastecimento de água na cidade, com novos projetos, muito trabalho e investimentos. Recebemos carta branca do prefeito Daniel Alonso para esta missão", concluiu.










0 visualização0 comentário