Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

ROLO DOS TUCANOS: Suplentes do PSDB tentam tomar cadeira de Nascimento na Câmara de Marília


Dois suplentes de vereador pelo PSDB em Marília iniciaram batalha para tentar tomar a cadeira do atual vereador Eduardo Nascimento (PSDB), que trava uma guerra com integrantes do alto escalão do partido e da Prefeitura.

Wilson Damasceno, atual secretário municipal de Direitos Humanos e José Carlos Albuquerque (ambos não reeleitos em 2020) ingressaram com ação na Justiça Eleitoral requerendo a perda do mandato de Nascimento por desfiliação sem justa causa.

No primeiro round judicial , o juiz eleitoral, Maurício Fiorito, negou o pedido dos suplentes, que alegaram "manobra e conluio" do vereador com o presidente local da Executiva do PSDB, Matheus Panssonato, o qual, em decisão monocrática, assinou documento concordando com a desfiliação de Nascimento do partido por justa causa. O parlamentar alegou "constrangimento e perseguição" em meio à guerra entre ele, o prefeito Daniel Alonso (PSDB) e integrantes do alto escalão da Prefeitura.

Integrantes da Executiva se reuniram no início do mês e decidiram agir para anular a decisão de Panssonato e tornar a desfiliação de Nascimento (via judicial) sem justa causa, o que acarretaria na perda do mandato dele por infidelidade partidária.

MOVIMENTAÇÕES

Damasceno, atual primeiro suplente do PSDB, assumiria a cadeira na Câmara caso Nascimento fosse cassado. Atual secretário municipal de Direitos Humanos, ele teria que deixar o cargo.

Desta forma, Albuquerque (segundo suplente do partido) poderia assumir a Pasta, dependendo de nomeação pelo prefeito Daniel Alonso.




209 visualizações0 comentário