top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

ROLOS E AMEAÇAS DE MORTE: Três homens são presos em flagrante por violência doméstica, em Marília


Três homens foram presos em flagrante em Marília, acusados de violência doméstica, neste final de semana.

COM FACA E CELULAR DA VÍTIMA NAS MÃOS

O autônomo José Ricardo, de 28 anos, foi preso em flagrante por violência doméstica e descumprimento de medida protetiva. A Polícia Militar foi acionada para uma casa na Rua Sérgio Faria, Parque das Nações, Zona Norte de Marília, onde José Ricardo, de 28 anos, estava discutindo com sua companheira, de 27 anos.

Ele estava na calçada, segurando uma faca nas mãos e um celular da vítima na outra. Os policiais pediram que a vítima se afastasse e que o acusado colocasse tudo no chão.

Ele foi conduzido à CPJ, autuado e preso em flagrante por violência doméstica e descumprimento de medida protetiva.

CONFUSÃO, CABEÇADAS NO PORTÃO E DANOS NO VEÍCULO

Na Rua Zoroastro Alves de Souza, na Vila Real, Zona Sul de Marília, um homem identificado como Ricardo, de 36 anos, foi preso em flagrante acusado de agredir a companheira, de 24 anos.

No local, policiais militares mantiveram contato com a mulher, que apresentava lesão e sangramento na testa e dizendo que o companheiro havia lhe agredido batendo sua cabeça várias vezes no portão da casa e lhe ameaçou de morte caso fosse preso, além de danificar o parabrisa de um veículo Gol, que estava estacionado na frente da casa.

O acusado foi localizado pelos policiais e disse que a mulher se auto lesionou batendo a cabeça no portão e ainda jogou um tijolo no parabrisa do veículo porque não queria que ele fosse embora.

O homem foi encaminhado à CPJ, onde acabou autuado em flagrante por violência doméstica e preso.

MULHER NEGA DINHEIRO PARA DROGAS E É AMEAÇADA DE MORTE

Outro caso de violência doméstica foi registrado no início da madrugada desta segunda-feira (31), na Rua Florêncio Brabo, Jardim Liliana, na Zona Norte de Marília.

No local, um homem de 26 anos foi acusado pela companheira, de 31 anos, de ter lhe ameaçado de morte. Os policiais encontraram a mulher na frente da casa, gritando "ele tá aqui, ele tá aqui", apontando para a residência.

Ela relatou que possui uma filha de três anos com o acusado, que esteve internado por um tempo em clínica de recuperação. No início da madrugada, ele foi até a casa dela e pediu dinheiro para comprar drogas.

Diante da recusa, passou a lhe ofender e lhe ameaçar de morte. O acusado foi detido pela PM, encaminhado à CPJ, autuado e preso em flagrante. A vítima solicitou medidas protetivas contra ele.






144 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page