Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Santa Casa de Marília receberá R$ 2,4 milhões para sistemas fotovoltaicos e ar condicionado


A instituição receberá investimento de R$ 2,4 milhões em para a implantação de dois sistemas fotovoltaicos e a modernização do sistema de ar condicionado

Os projetos contemplados pela Chamada Pública de Eficiência Energética da CPFL Energia foram definidos e a Santa Casa de Marília está entre eles. Ao todo, a companhia beneficiará 46 propostas que terão investimento de R$ 36,5 milhões em 2022.

O projeto da Santa Casa de Marília terá investimento de R$ 2,4 milhões e serão executadas ações de instalação de dois sistemas fotovoltaicos um na Unidade Principal e o outro na Unidade Ambulatório com potência total de 369 kWp, será feita a substituição de alguns refrigeradores ineficientes por modelos de alta eficiência energética representada pelo Selo PROCEL e Classificação A do PBE INMETRO, que garante uma menor potência instalada para a mesma capacidade de refrigeração, além dessas ações também será feita a modernização dos equipamentos de condicionamento de ar, no hospital, ao todo será substituído 71 modelos antigos por modelos inverter, que consegue modular automaticamente a velocidade do compressor conforme demanda e, em alguns casos, permite redução de consumo em até 60% em comparação com máquinas tradicionais.

As demais iniciativas estão espalhadas por cidades onde as quatro distribuidoras da CPFL atuam: CPFL Paulista, CPFL Piratininga e CPFL Santa Cruz, em São Paulo, e RGE, no Rio Grande do Sul e é financiada com recursos do Programa de Eficiência Energética (PEE) da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Em maio, a CPFL publicou o edital com as regras para as submissões de projetos, que podem contemplar diversas ações, tanto do poder público como do setor privado, desde que se encaixem na área de eficiência energética e cumpram os requisitos do edital.

DEMAIS AÇÕES

Na CPFL Paulista, foram 17 projetos aprovados, dos quais seis são em hospitais, e o investimento será de R$ 16,9 milhões.

Já na CPFL Piratininga, serão nove projetos atendidos com aporte de R$ 4,98 milhões. Na CPFL Santa Cruz, duas propostas foram aprovadas e R$ 516 mil de investimento. E na RGE, 18 projetos, sendo seis hospitais, e R$ 14 milhões a serem investidos.

“A Chamada Pública de Eficiência Energética é um espaço aberto às mais distintas ideias de prefeituras e outros órgãos de serviços públicos, entidades do terceiro setor e também clientes comerciais e industriais. Para a CPFL Energia, concretizar esses projetos é motivo de orgulho, principalmente porque, uma vez realizadas, as ações beneficiam diretamente as populações das cidades em que atuamos”, comenta Felipe Henrique Zaia, gerente de Eficiência Energética da CPFL.

OS CONTEMPLADOS

Todos os projetos selecionados foram apresentados por clientes ativos de uma das distribuidoras da CPFL. As propostas vão desde melhorias na iluminação pública das cidades, apresentadas por prefeituras, até ações de eficiência em hospitais e escolas. A lista completa dos projetos contemplados pode ser conferida aqui.

As propostas recebidas na Chamada Pública de Projetos de 2021 foram avaliadas em quatro fases: documental (análise dos documentos solicitados), técnica (avaliação da viabilidade), compliance (avaliação do cliente sob a ótica das leis anticorrupção) e ranking (pontuação e classificação).



63 visualizações0 comentário