top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Secretário Mauro Abreu destaca boa avaliação do MEC e investimentos na Educação


"A gestão Daniel Alonso segue no caminho certo, priorizando a Educação, que é a chave que abre todas as portas". Assim, o secretário municipal de Assuntos Estratégicos, Mauro Abreu, avaliou levantamentos do MEC (Ministério da Educação e Cultura) que apontaram Marília com média 6,5 no índice nacional do Ensino Fundamental. O Estado de São Paulo obteve 6,3.

Os dados do MEC tiveram como base o IDEB (Indicador de Desenvolvimento da Educação Básica), através da Prova Brasil aplicada em todas as escolas do país.

Essa prova acontece a cada dois anos, sempre em anos pares, mas com dados do ano anterior. Ou seja, embora o resultado foi divulgado em 2022, os dados são referentes ao ano de 2021, período em que as aulas presenciais foram prejudicadas devido a pandemia da COVID 19.

No Estado de São Paulo, em 2019, o índice nos anos iniciais atingiu 6,7 e o município de Marília 7,2. No entanto, como apontado por estudos realizados, com a pandemia e a suspensão das aulas presenciais, já se esperava uma queda em relação aos resultados anteriores.

"A atual gestão superou as grandes dificuldades provocadas pela pandemia, estabeleceu o ensino à distância com o Programa Educação em Casa, sob orientação dos professores da Rede Municipal e manteve o nível de aprendizado dos alunos dentro dos níveis ideais até o retorno às aulas presenciais. Isso graças ao esforço dos professores e profissionais da Educação", observou Mauro Abreu.

Diante do cenário da Pandemia, no início do ano de 2020, os educadores da Rede Municipal de Marília se mobilizaram, criando o Programa Educação em Casa. Através de parceria com a Univem foi construída uma plataforma para implantação do EAD (Ensino a Distância) e desenvolvemos um repositório de aulas virtuais, com o apoio da Unimar.

As equipes das escolas criaram estratégias para dar atendimento, da melhor forma possível, para todas nossas crianças, ofertando, além das atividades via plataforma, materiais impressos. Houve a criação de um comitê específico da Educação para pautar as ações, com representantes de todos os setores envolvidos.

Dentre as escolas de Marília a maior nota alcançada foi a da EMEF Profª Edméa Braz Rojo Sola, atingindo a média de 7,7; demonstrando o envolvimento de alunos, pais, professores, funcionários e equipe gestora diante a um contexto difícil, onde o envolvimento de cada um tornou-se fundamental para a conquista do índice.

OUTROS PROGRAMAS

O secretário lembrou também que o desempenho do município na Educação segue avançando com Programas como o ‘Leitura em Casa’, lançado esse ano. Foram entregues para cada aluno da rede uma coleção com quatro livros de literatura de ótima qualidade, criteriosamente escolhidos por técnicos, levando em conta os conteúdos específicos para cada faixa etária.

Além disso, segue o Programa de Merenda Escolar, a inauguração de várias Unidades Escolares e melhorias e ampliação das Unidades já existentes, ofertando novas vagas para o atendimento de crianças a partir de 4 meses de idade. "Ações na prática, com investimentos que garantem a qualidade da Educação", afirmou Mauro Abreu.





131 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page