Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Segue a campanha “Sair? Só Se For Pra Salvar Vidas: Doe Sangue”


O Hemocentro de Marília, coordenador pelo Departamento de Atenção à Saúde em Hemoterapia (DASHEMO) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Marília – HCFAMEMA está recebendo um importante apoio para sensibilizar a população a ajudar com doações de sangue. Com estoques muito baixos, possui apenas um dos oito tipos sanguíneos dentro do limite ideal para atender pacientes de 110 municípios da região. A campanha de doação “Sair? Só Se For Pra Salvar Vidas: Doe Sangue” foi lançada na sexta-feira, dia 19, pela Prefeitura Municipal de Marília e organizada pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos, com apoio da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e Univem (Centro Universitário Eurípides Soares da Rocha) e PIB (Primeira Igreja Batista). A doação de sangue pode ser feita de segunda a sábado, das 7h às 13h, no Hemocentro de Marília, com agendamento prévio pelo telefone (14) 3434-2541. Esta ação, que é um estímulo ao ato voluntário de doação, está sendo divulgada em todas as unidades de saúde do município e em outros pontos estratégicos da cidade. O Hemocentro precisa de doação de todos os oito tipos sanguíneos. Do estoque ideal de 240 bolsas de sangue do tipo A+, só tinha 93 bolsas na segunda-feira, dia 22 de março. De 48 bolsas do tipo A-, tinha apenas 26 bolsas. De 84 do tipo B+, apenas 76. De 6 do tipo B-, apenas 2. De 6 AB-, apenas 1. De 240 do O+, apenas 91. De 48 do O-, apenas 15. Somente o tipo AB+ está dentro do limite, mas sem segurança, com 27 bolsas de 24 consideradas como estoque ideal diário. O sangue é utilizado em transfusões de sangue em qualquer idade, por gestantes, em tratamento de doenças do sangue crônicas, cirurgias agendadas e emergências (hemorragias internas) acidentes de trânsito entre outras doenças. Quem tomou a vacina contra a COVID-19 também pode doar, respeitando o prazo de carência para cada tipo de imunizante: 48 horas após a Coronavac e 7 dias após outros tipos de vacina. Quem contraiu a COVID e se curou também pode doar após 30 dias do término dos sintomas e recuperação. O Hemocentro de Marília atende pacientes de 110 cidades da região e para que os estoques permaneçam em níveis seguros de abastecimento é necessário no mínimo 60 doadores por dia, visando atendimento integral das necessidades em saúde, bem como manutenção e regularização dos estoques sanguíneos.

64 visualizações0 comentário